quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Para onde vai o lixo?

Hoje eu vi uma menina, talvez de dez anos, com um copo de refrigerante que ofereceu para um gari, presumo que seja o pai dela. Ele tomou todo o refrigerante, e arremessou o copo para o buraco do bueiro. Depois tirou o uniforme, pegou a menina pelas mãos, e foi embora.

Bem que eu queria chamar a atenção do gari, queria protestar que aquilo é um péssimo exemplo que ele deixava para a menina que o acompanhava, mas não tive coragem. Provavelmente, ele iria responder assim para mim, "e onde é que vou enfiar essa porra de copo? No seu traseiro?" Ou seja, ao invés de tentar reeducar o gari, eu iria arranjar uma briga.

De tarde, estava no Banco do Brasil, esperando a minha vez de ser chamado. Como eu sei que isso é muito demorado, aproveitei para ler o Estadão pelo Note II, e quando estava terminando de ler o segundo artigo do jornal, um funcionário chamou a minha atenção, mostrando uma placa que é proibido o uso do celular dentro da agência.

Fiquei extremamente chateado, mas foi aí que eu lembrei do gari. Será que uma placa sinalizadora proibindo o uso do bueiro como se fosse uma lata lixo funcionaria? Provavelmente, não, pois eu juro que não vi a placa do celular, ela é muito pequena, bem no fundo da agência.

Enfim, de noite, depois de um merecido banho, eis que vou para o Facebook, onde encontro o comentário do pastor sobre a dificuldade que eu tenho de dizer que "Jesus morreu por mim". Ele disse que sou cego, e sou cego porque eu quero. O debate religioso é bastante desgastante, mas como eu sou veterano nessa área, simplesmente agradeci o comentário, deixando de lado Jesus e o significado de sua morte, ou seja, no velho bueiro de sempre.

Mas a minha intuição me avisa que a cidade vai enfrentar o transtorno quando vier uma chuva, muitos carros e mercadorias serão perdidos com o alagamento, isso sem falar do perigo da água da chuva misturado com o lixo urbano se transformar em foco de doença. Claro que o meu texto em nada vai ajudar a resolver esse problema, mas pelo menos consegui responder a essa questão que apareceu no Facebook, "o que você está sentindo agora?"

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

A lei seca e os bochechos

Confira abaixo, as novas regras da Lei Seca que foram sancionadas pela presidente Dilma Rousseff e que mudam o Código Brasileiro de Trânsito (CBT). 

A alteração no CBT possibilita que vídeos, relatos, testemunhas e outras provas sejam considerados válidos contra os motoristas embriagados que recusarem o teste do bafômetro.

Agora, passa a ser crime “conduzir veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool ou de outra substância psicoativa que determine dependência”. 

Art. 306 - Parte principal foi alterada:

Antes: Conduzir veículo automotor, na via pública, estando com concentração de álcool por litro de sangue igual ou superior a 6 decigramas, ou sob a influência de qualquer outra substância psicoativa que determine dependência.

Depois: Conduzir veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool ou de outra substância psicoativa que determine dependência.

Novas formas de comprovação: 

1 - concentração igual ou acima de 6 dg/L de álcool no sangue ou de 0,3 mg/L no ar alveolar (medido por bafômetro). 

2 - sinais que indiquem, segundo o Contran, alteração da capacidade psicomotora. 

3 - imagem, vídeo, testemunhas e outras provas lícitas. 

Pena continua igual: detenção, de seis meses a 3 anos, multa e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo. 

Art. 165 - Pena administrativa: Infração gravíssima - 7 pontos na carteira

Antes: Multa: R$ R$ 957,70 e suspensão do direito de dirigir por 1 ano.

Depois: Multa de R$ 1.915,40 e suspensão do direito de dirigir por 1 ano

Medida administrativa - Antes: retenção do veículo até a apresentação de condutor habilitado e recolhimento da habilitação.

Medida administrativa - Depois: Recolhimento da habilitação e retenção do veículo.
(do site: http://www.wtfnoticias.com.br/2012/12/nova-lei-seca-saiba-o-que-mudou-com-as-novas-regras.html)

Interessante foi o que encontrei na página do departamento de polícia Rodoviária Federal:
http://www.dprf.gov.br/PortalInternet/leiSeca.faces

11. Quem come um bombom com licor ou usa antisséptico bucal que contenha álcool, por exemplo, pode ser pego no teste do bafômetro?Subir

No caso específico do etilômetro, se o teste for realizado imediatamente após o consumo de alimentos ou medicamentos com álcool, ou após o bochecho com antisséptico bucal que contenha a substância, o resultado pode dar positivo. Nestes casos, o motorista deve informar à autoridade de trânsito no momento da abordagem, para que se possa fazer bochechos com água, no intuito de retirar resíduos de álcool da mucosa, e promover novo teste.






A lei está ótima. Eu não bebo e acho uma tremenda falta de responsabilidade beber e dirigir. Espero que seja cumprida com perfeição. Servirá para educar os brasileiros, com certeza. Espero que nenhum policial me pegue depois de ter feito um bochecho com Listerine. Dizem que alguns antissépticos não possuem álcool, mas pelo menos uns 20% de álcool eles precisam ter, para que os óleos essenciais (mentol, eucaliptol) possam ser dissolvidos em sua composição. Importante lembrar que o "ardido" do produto não é causado pelo álcool e sim pelos óleos essenciais. Lembre que as balas Halls são ardidas não por causa de álcool e sim por causa dos óleos essenciais.

Importante lembrar que o etilômetro (bafômetro) só detecta álcool no ar respirado. Não detecta maconha, cocaína, rebite, crack, ansiolítico  ou seja lá o que for, que só se pode ter certeza com exames de sangue e urina.

Imagino que a nova lei  ajudará a diminuir o número de acidentes.  Visto que a "antiga" não reduziu muito. A multa é bem mais pesada agora. 
Na rodovia entre Paraguaçu/Alfenas  (Rodovia MG469) aconteceu um acidente horrível dia 23 de dezembro devido ao consumo de bebida  alcoólica.  Três pessoas morreram e dentro do carro estavam várias latinhas de cerveja. Outras duas estão hospitalizadas até hoje. Moradores conhecidos aqui da minha cidade. Isso aconteceu por volta de 2h da tarde, após o almoço em um restaurante.

Não beba.
Reze antes de pegar rodovia e mesmo dentro da cidade. Se você não bebe, um maluco pode beber e provocar um acidente envolvendo você.

Ah e cuidado com os bochechos e bombons de licor...

SA

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

O Mito de Sísifo



 No seu livro “O Mito de Sísifo”,  o filósofo Albert Camus relata o que pensa sobre  sobre a arte de viver e a tragédia que a morte impõe na grande história da vida.
Sísifo é um personagem da mitologia muito esperto, que enganou os deuses e como punição tinha que empurrar uma pedra enorme até o alto de um morro e ao chegar lá a pedra rolava. Isso era infinito. Era o castigo.

Assim Camus imagina o viver. Um esforço danado, empurrar muitas e muitas vezes uma pedra ao alto do cume. E quando  se pensa que a pedra  ficará lá, vem a morte e puf! Todo o trabalho em vão.

A Presidente Dilma em um discurso ontem (28/01 – não sei o local, me perdoem) fez questão do minuto de silêncio e de falar sobre a tragédia que matou os sonhos de mais de duzentos jovens na tragédia de Santa Maria/RS. Tive notícias de vários números de mortos desencontrados. Falou-se em 233.

“Duzentos e trinta e três? Ô número fatídico!” Pensei eu.
Mas depois  o número correto passou a ser 231. Muita gente morta. Terrível. Horrível. E ainda há vários jovens em estado grave no hospital.

“O mito de Sísifo”, pensei. A morte ceifou todos os sonhos. Não só dos jovens, como de seus pais, amigos, colegas, parentes. Dos donos da boate, dos empregados da boate, dos vizinhos, dos músicos, das famílias de todas essas pessoas (com exceção dos invejosos, claro).

E qual a explicação de uma tragédia dessas? Falta de cuidados, falta disso, falta daquilo... Infelizmente só descobertos DEPOIS  que a tragédia acontece. Agora todas as casas noturnas (pelo menos as da região) estão sendo fiscalizadas. Toda tragédia é útil, pois pelo menos maiores cuidados serão tomados nas outras casas noturnas. E maiores cuidados serão tomados pelos músicos, pois essa de “show pirotécnico” em ambientes fechados é algo meio sinistro.

A ânsia agora é pelo sacrifício dos culpados, pois obviamente alguém terá que “pagar o pato”. E indenizações serão cobradas. As vidas não voltarão em hipótese alguma, mas a dor pela perda é um verdadeiro vampiro, que irá sugar o sangue de tudo e de todos aqueles considerados homicidas. Entendo a dor. E como entendo!

Sob a ótica do Espiritismo vejo que isso poderia ser o destino.  Sob a ótica da razão vejo que isso aconteceu devido ao descuido e falta de atenção dos donos e dos músicos.
Mas, seja como for, a morte está presente no nosso dia a dia. Ceifando vidas e anulando sonhos. Mesmo que você esteja cansado de tanto trabalhar, planejar e sofrer. A morte chega e derruba a sua pedra. E nesses casos não tem como tentar leva-la novamente ao cume do morro.

Fatalidade ou destino?


 SA

O processo 0007807-08.2011.4.01.3400

Não estou conseguindo copiar a mensagem do Dr Esio Lopes, onde ele alega que os bens do ex-presidente foram bloqueados pela Justiça Federal. Alega o Dr Esio Lopes que o processo cobra do ex-presidente 9 milhões de Reais para ressarcir o Tesouro com os seus atos de improbidade administrativa. O link do processo é esse daqui: http://processual.trf1.jus.br/consultaProcessual/processo.php?trf1_captcha_id=8373074c7276fb119e7a51f3c543bbd3&trf1_captcha=568f&secao=DF&proc=78070820114013400

O texto é bem longo, e o Dr Esio parece eufórico em sua mensagem, contente com a ideia de que o líder do PT-tralha não vai sair impune. Eu não entendo nada de texto jurídico, não sei nem ler o cabeçalho da peça jurídica, não tenho como contestar ou corroborar a notícia do Dr Esio, mas consegui baixar o texto do processo, e que vou tentar copiar nessa mensagem

================================================

Processo N° 0007807-08.2011.4.01.3400 - 13ª VARA FEDERAL Nº de registro e-CVD 00445.2012.00133400.2.00488/00128
CLASSE : 7300 – AÇÃO DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA PROCESSO : 7807-08.2011.4.01.3400 AUTOR : MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL RÉUS : LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA e AMIR FRANCISCO LANDO

Relatório

O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL ajuíza ação de improbidade administrativa contra LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA e AMIR FRANCISCO LANDO, respectivamente, ex-Presidente da República e ex-Ministro da Previdência Social, tendo por objeto os seguintes fatos, assim narrados na inicial:
“A presente ação tem por objeto a imposição de sanções civis-administrativas ao primeiro requerido (ex-Presidente da República) e a condenação de ambos os requeridos aos ressarcimento dos prejuízos causados ao erário, em razão da prática de ato de improbidade administrativa, consistente no envio irregular de correspondências aos segurados do INSS, através das quais informavam sobre a possibilidade de obtenção de empréstimos consignados com taxas de juros reduzidas” Referidas correspondências, emitidas pela DATAPREV e custeadas pelo INSS, foram

assinadas pelo então Presidente da República e pelo então Ministro da Previdência, Luiz Inácio Lula da Silva e Amir Francisco Lando, respectivamente, em total desrespeito ao art. 37, § 1º, da CF, e sem que houvesse anuência do INSS ou interesse público na divulgação daquelas informações, da forma como fora feita. A imposição das sanções descritas na Lei nº 8.429/92 e o ressarcimento ao erário são imperiosos, tendo em vista as irregularidades praticadas pelo ex-Presidente Lula e pelo ex- Ministro Amir Lando, no exercício de suas atribuições, conforme será demonstrado.” (fl. 04)
Sustenta o Ministério Público Federal que os requeridos cometeram, no exercício de suas atribuições, abusos que ensejariam a aplicação das penalidades do art. 12, da Lei 8.429/92.
Destaca o julgamento da Reclamação nº 2.138, na qual o Supremo Tribunal Federal entendeu que os agentes políticos seriam submetidos a regime especial de responsabilização, ou seja, responderiam por crime de responsabilidade tipificado pela Lei 1.079/50, que encerra delitos de caráter político-administrativo e, desta forma, não lhes seriam aplicada a Lei de Improbidade Administrativa, restrita às infrações praticadas por agentes políticos comuns.
Alega, entretanto, que aquele entendimento, para além de não ter efeito vinculante nem eficácia erga omnes, não mais representaria a atual posição do Supremo Tribunal Federal, do Superior Tribunal de Justiça e dos Tribunais Regionais Federais sobre o tema. Tal mudança de entendimento do Supremo Tribunal Federal estaria veiculada na Petição 3.923/SP, cujo julgamento fora realizado no mesmo dia daquele da Reclamação nº 2.138.
Sobre a aplicação da Lei 8.429/92 aos requeridos, argumentou:
...cabe demonstrar que a tese de que os agentes políticos não se submetem ao regime jurídico da improbidade administrativa, salvo melhor juízo, não encontra respaldo na Constituição da República e, por isso mesmo, não pode ser aceita.

Observe-se, então, que o argumento central dos defensores da tese de que os agentes políticos não se submetem à punição por improbidade administrativa seria uma suposta distinção, no sistema constitucional brasileiro, entre o regime de responsabilidade dos agentes políticos e o regime de responsabilidade dos demais agentes públicos. Para tais juristas, referida distinção decorreria de uma especialidade dos agentes políticos em relação aos demais servidores. Assim, tratando-se de agentes especiais, a responsabilização dos mesmos deveria ser realizada de acordo com tais especificidades. Alegam, ainda, que é necessário preservar "a indispensável liberdade de ação e de decisão dos agentes que dão voz à soberania da nação".(fl. 11)

=======================================================================

O texto tem quarenta páginas e eu só copiei a introdução, e o Dr Esio alega que a notícia foi veiculado em Portugal, na Folha da Manhã, só que o link não funciona, eu espero que você consiga ter acesso a todo o texto no seu PC, caso contrário eu mando o arquivo para o seu Email, caso lhe interesse. Da minha parte, como eu sou crente pela Igreja Católica Apostólica Romana, não vejo motivos para soltar rojão, quando punem um político. Li no Evangelho que só as pessoas que não pecaram é que podem atirar a primeira pedra, o máximo que posso esperar do ex-presidente e de mim é que não pequemos mais. Quanto ao Dr Esio que se diz espírita e gosta de condenar, condenar e condenar, isso também faz parte de nossas vidas. Jesus também mandou buscar a justiça, e entre perdoar e punir existe um enorme fooss

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

O cachorro quente

A doutora Denise cansou de reclamar que eu não cuidava bem dos meus dentes, que eu não sabia escová-los. Ela pediu desculpas, e disse que iria desistir de mim, mas pediu em nome de nossa amizade (faziam três anos que frequentava o consultório dela) que eu procurasse um especialista. Só fiz três consultas com o especialista, eu me senti bastante humilhado. Isso é 1997. Depois disso, nunca mais pisei os pés num consultório dentário.

Hoje só tenho a metade dos dentes, e a minha vida social é quase nula. Não frequento a missa, não passeio, não visito amigos (com a exceção do Diego em Campinas), não vou mais a casamento, não vou mais a velório, não vou mais a batizado, ninguém mais me convida para um aniversário ou festa qualquer. Vivo basicamente no porão e, com isso, não sei mais o que é medo de ser assaltado. Todo paulistano que se prese tem medo de ser assaltado, e eu já nem sei o que é esse medo.

Recentemente, eu publiquei uma foto recente no Facebook, é claro, de boca fechada. A esmagadora maioria mostra sorriso largo e dentes bonitos, e é óbvio que é difícil esquecer esse constrangimento. Só faz sucesso no Facebook quem tem dentes bonitos, escrever de maneira politicamente correta não dá Ibope nenhum.

Apesar de tanto que perdi nessa vida além dos meus dentes, ainda continuo cultivando o mau hábito de comer frituras, doces e cachorro quente em bares que não tem alvará de funcionamento, assinado pela Secretaria de Abastecimento. O Sr MB tem razão, quando reclama que eu sou um péssimo exemplo de cidadão. A Prefeitura não tem condições de fiscalizar todo mundo, e eu sou bastante culpado quando como em lugares, sem antes ver se a venda de empadinha, torta, coxinha, pastel foram devidamente credenciadas pela turma do Abastecimento.

Mas, para a minha surpresa, hoje eu peguei um cachorro quente de R$ 2,00, que sempre pego de um ambulante que trabalha na esquina da avenida. O cachorro quente dele custa R$ 3,00 com direito a maionese, batata, molho de tomate, mostarda e não sei o que mais. Eu só pago R$ 2,00 porque eu só pego o pão e a salsicha. Depois da segunda mordida é que vi um papel plastificado, tamanho A4, com a assinatura da Secretaria de Abastecimento.

- Ué? Meu Deus do Céu! Eu nunca vi isso. Você é o primeiro cara que vejo que vende cachorro quente e tem Alvará de Funcionamento!

- Pois é, cara! Mas isso aqui só vale até hoje. Amanhã, tem reunião na Prefeitura. Eu não sei se eles vão renovar o meu Alvará. Bom, se você não me encontrar amanhã aqui, é porque o Prefeito não prorrogou o meu Alvará.

Fiquei impressionado, mas que o meu testemunho sirva de lição. Se você quer ser bem sucedido no Facebook tem que tirar uma foto com um sorriso. Para ter um bom sorriso, não suje os dentes com um monte de gordura e açúcar - se isso não for possível, escove-os imediatamente, não deixe esse trabalho para o seu dentista, que ele detesta esse tipo de serviço. E sempre prefira estabelecimentos com Álvara de Funcionamento que valham no momento que você utilizar o serviço deles.

Caso contrário, você pode até correr o risco de morrer asfixiado, o que é bem pior que perder os dentes. Pelo menos eu ainda tenho os meus dedos para digitar esse texto.

A legalização do mensalão

Ao invés do PMDB, PSDB, PL, Petc, tomarem a iniciativa de botarem o Lula na cadeia, como esperava o Sr MB e o Folha de S Paulo, olha só o que eles fizeram:

Daniel Bramatti em O Estado de S Paulo

José Sarney (AP), Renan Calheiros (AL) e Garibaldi Alves Filho (RN), os três peemedebistas que presidiram o Senado nos últimos dez anos, deixam como legado de suas gestões um aumento real de 57% nos gastos com pessoal e uma ampliação de 741% no número de cargos comissionados, aqueles ocupados por servidores não concursados.

Sob o domínio do PMDB - partido que deve manter sua hegemonia no comando do Senado nos próximos dois anos, com a volta de Renan à presidência -, a instituição viveu ainda seu maior escândalo administrativo: a nomeação irregular de funcionários por meio de atos secretos, não publicados nos Boletins de Pessoal. O episódio ensejou inúmeras promessas não cumpridas de reformas administrativas.

A folha de pagamentos de pessoal consome anualmente R$ 2,88 bilhões. Há uma década, o custo era de pouco mais de R$ 1 bilhão - em valores corrigidos, a cifra chega a R$ 1,83 bilhão. Os números, publicados em boletim do Ministério do Planejamento, não incluem o pessoal terceirizado.

A expansão salarial acima da inflação que ocorreu desde 2003 supera em quase 20 pontos porcentuais a verificada na Câmara dos Deputados (38%) no mesmo período. Também é maior que a do governo federal (45%).

Somados os efetivos e comissionados, o Senado tinha, no final de 2012, 6.427 pessoas em sua folha de servidores ativos - no início de 2003, eram 3.955 (aumento de 62% desde então). Os não concursados somavam apenas 379 há 10 anos, e hoje são 3.194. Segundo a assessoria de imprensa do Senado, esse crescimento se deve a dois fatores: possibilidade de desmembramento de um único cargo em vários, desde que mantido o salário total pago, e criação de novas lideranças de blocos e de partidos.

Poder. Desde 2003, início da chamada Era Lula, Sarney foi o recordista em mandatos na presidência do Senado: com o apoio do Palácio do Planalto, ocupou o cargo em 2003/2004, voltou à cadeira em 2009/2010 e foi reeleito a seguir para mais dois anos.

Renan, favorito para a sucessão de Sarney no período 2013/2014, venceu em 2005 e foi reeleito em 2007, mas seu segundo mandato foi encurtado por um escândalo que alimentou até especulações sobre sua cassação. Acusado de ter despesas pessoais pagas por um lobista de empreiteira, ele renunciou à presidência. O petista Tião Viana (AC), então vice-presidente, assumiu o cargo e o ocupou interinamente de outubro a dezembro de 2007, até ser substituído por Garibaldi Alves Filho.

O domínio peemedebista sobre o Senado não se limita aos últimos dez anos: dos 13 últimos presidentes, apenas um - Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA) - não era do partido.

Trabalhos. Ao fazer um balanço sobre sua atual gestão, Sarney disse recentemente que deixará para o sucessor um Senado aprimorado. "É uma casa administrativa de administração complexa, e acredito que vamos entregar o Senado administrativamente muito bem organizado", afirmou. "Também a parte da reforma administrativa, 80% está finalizada."

O senador não esclareceu a que se referia ao citar a reforma administrativa. No ano passado, a Comissão de Constituição e Justiça enterrou uma proposta de enxugamento de cargos após três anos de tramitação.

Em 2009, o Estado revelou a existência de mais de 600 atos administrativos secretos que nomearam parentes e amigos de senadores para cargos comissionados. O esquema beneficiou pessoas ligadas a 28 parlamentares de 8 partidos, entre eles o próprio Sarney. Na época, o então presidente do Senado prometeu combater as irregularidades administrativas ao colocar em prática recomendações de reforma feitas por especialistas da Fundação Getúlio Vargas (FGV), em estudo encomendado pela Casa - e que custou R$ 250 mil aos cofres públicos.

As medidas, porém, não saíram do papel. A mesma FGV foi contratada novamente, por mais R$ 250 mil, para elaborar outro estudo. Os trabalhos serviram como base para debates de comissões formadas para definir os rumos da reforma.

Meta rejeitada. Em 2011, após idas e vindas, uma proposta relatada pelo senador Ricardo Ferraço estabeleceu uma meta de economia de R$ 150 milhões por ano nas despesas da Casa. Entre as principais medidas estavam a redução do número de cargos comissionados.

A proposta recebeu diversas emendas e acabou reescrita por Benedito de Lira (PP-AL). Em abril de 2012, ao ser levado à votação na Comissão de Comissão e Justiça, o projeto foi rejeitado por 9 votos contra 7.

================================================================================

Esse tipo de notícia sempre foi comum na história brasileira. Por essas e por outras é que o eleitor decidiu tomar a sua devida providência, colocando o PT no topo do poder, mesmo sabendo que isso em nada mudaria o panorama histórico, onde o contribuinte é obrigado a pagar impostos de primeiro mundo e em contrapartida tem os serviços de terceiro mundo. Se os militares ou qualquer outro grupo tentar fazer um golpe no estilo de 1964, certamente que o povo não fará nenhuma resistência, uma vez que não vale a pena defender o Estado de Direito que não traz nenhum benefício ao povo, a não ser procurar Deus para resolver os seus problemas particulares. Ou seja, ainda precisamos de Deus, porque ainda não sabemos andar com os nossos próprios pés e nem temos uma imprensa que saiba indicar servidor público que trabalhe honestamente ao invés de gastar papel e tinta com quem não presta.

domingo, 27 de janeiro de 2013

Sobre o Facebook


Já faz uma semana que estou começando a escrever no Facebook. A chance de você ficar mais conhecido na internet é tão remota quanto você escrever nesse blogue, e para variar já tive alguns bate-bocas com o Dr Esio. Essa é uma maldição que me persegue, desde o primeiro dia que entrei no GD do UOL, mas que vou esquivando com o tradicional "bom dia ao Sr também".

O meu maior desafio é deixar de lado a ironia que sempre apareceu em todos os meus textos, isso sem falar das ambiguidades e erros de digitação e ortografia. Escrever não é para qualquer um, mas é o que tento fazer melhor, pelo menos eu sou um bom digitador, quando uso um teclado convencional. Notebook é muito bacana, mas não existe nada tão bom quanto o teclado convencional. Se você pretende comprar um notebook, mas pretende escrever bastante, aconselho a comprar um teclado convencional. O teclado do notebook é muito ruim, as teclas são muito sensíveis, e você sempre perde o foco da caixa de texto, o que acaba diminuindo a sua produção.

O facebook é 33% de pura propaganda, no painel do meio você acompanha em tempo real os seus amigos que você adicionou (como ainda não sou popular, só tenho catorze contatos, e o pior que é muito raro eles curtirem, comentarem ou compartilhar as coisas que eu escrevo).

A única forma de você ficar famoso no Facebook é quando você consegue escrever um texto espetacular, e que um amigo seu compartilha com os amigos deles, e os amigos deles compartilham com os demais, projetando o seu texto e seu nome para todo o planeta. Na minha página do Facebook, o máximo que eu consegui foi fazer a Selma curtir um texto meu. Compartilhar, isso eu não consegui, acho que a Selma tem medo que a reputação vá despencar no Facebook se apertar o famoso botão da fama (ou da desgraça) na internet.

Como melhorar o blogue da Selma?

O Sr MB está coberto de razão, quando reclama da ausência de planejamento no budismo, no catolicismo, no protestantismo e no espiritismo, nada do que escrevemos ajuda a planejar o futuro, escrevemos muito, mas não conseguimos atingir nenhuma meta, como, por exemplo, triplicar o PIB, criar novos produtos, melhorar a qualidade de nossa caridade, ou simplesmente buscar a serenidade.

Copiosamente, o Sr MB descreve as vantagens do ateísmo. A primeira vantagem do ateísmo é a responsabilidade. Ele sempre aponta a falta do objetividade do PT para eliminar a inflação de três dígitos, e o responsável é sempre o eleitor. Diante do exposto, o Sr MB se comprometeu de criar um banco de dados com os nomes dos políticos que merecem os nossos votos.

Outro importante colaborador é o Adilson que vem denunciando ostensivamente que não estamos praticando nenhuma caridade, estamos aclamando com a boca de que reconhecemos em Jesus o nosso modelo de vida, mas ele vê que ninguém está ajudando a patroa nas tarefas domésticas, as crianças com as tarefas escolares, o patrão com o seu programa de redução de custo e aumento de produtividade. Assim, desde a semana passada, ele vem cultivando em seu jardim uma horta com o famoso chá de Semancol que faz as pessoas verem o espírito da preguiça e da má vontade que está encarnado em nossas vidas. Quando você vê esses espíritos, fica bem mais fácil lidar com eles, você poderá pegar esses espíritos e lançar aos porcos, e com menos peso morto dentro de você, vai ficar bem mais fácil cultivar a amizade, o respeito e a tolerância, elementos fundamentais para a pratica da caridade com qualidade.

Quanto a mim, eu percebi o quanto foi negativo a minha contribuição no passado, quando idolatrei a imagem da princesa. Vou telefonar para ela hoje, e pedir para ela escrever no blogue da Selma que a vida é complicada, mas nada nos impede de tentar melhorar esse estado de coisa. Mais importante que idolatrar é aprender a inventariar recursos e costura-los para mostrar o quanto somos capazes de enfiar a agulha no lugar certo, e vestir a nossa camisa da perseverança.

Falando em perseverança, a Srta Nihil deixou as orquídeas de lado. Agora, ela vai ensinar como os colaboradores podem identificar um capim, e encontrar debaixo dele uma minhoca. A Srta Nihil vai mostrar a diferença nas cores e na viscosidade entre uma minhoca, um filho de cobra e uma lombriga. Saber diferenciar é importante, pois só as minhocas é que garantem o nosso peixe de cada dia.

Enfim, melhorar o mundo é um sonho da humanidade, desde que o Pai Todo Poderoso criou o Universo há 6.000 anos. O problema é que não sabíamos por onde começar. Agora, temos uma resposta: podemos começar pelo Blogue da Selma.

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Kubrick mostra...


... agora o macacão233 tenta arranjar "forma matemática" para lidar com a situações do desenvolvimento do  intelecto, que,  afinal, até nem é caso tão complexo assim...

... a questão é tão simples quanto isto:  fomos criados simples e ignorantes, mas com capacidade de desenvolver (evoluir) um intelecto "zerado" ...  Primeiro de forma instintiva e depois de maneira gradual e cada vez mais controlada...
 
Ao sermos colocados num cenário "agreste e competitivo" como é o caso do planeta Terra, é natural que nossos "instintos" se desenvolvessem (evoluíssem) no sentido da sobrevivência a "qualquer custo"...
Afinal... somos "animais" cujas necessidades física com sua esmagadora influencia, ainda se sobrepõem às necessidade  Espirituais, como muito bem é referido na D. Espirita... (estamos ainda mais perto da "má conduta" do que do "amai o próximo como a vós mesmos", ou seja, da angelitude)...

O burrão233!!!...  não consegue entender (não é  capaz porque é enorme asno) que, por exemplo, quem teve/tem/terá oportunidade de cometer injustiças e crimes em grande escala, não quer dizer que o tenha feito anteriormente a esses níveis gigantescos... Apenas basta que sua índole esteja em consonância com essa possibilidade e depois a oportunidade se proporcionar...

Exemplo rápido... determinado individuo, comete dois ou três crime de forma barbara  e imensamente monstruosa, como sabemos estar sempre acontecer... Se um dia, em seu desenvolvimento reencarnatorio,  esse individuo chegar a "postos de liderança e domínio sobre outras gentes"... com certeza não terá  "problemas de consciência" em usar seu "mau carater" para alcançar o que desejar conseguir, por muitas vitimas que deixe pelo caminho...

Como digo... isto não é tão difícil assim de se perceber, mas...

... há que não se ser um imenso burro tipo233, que ainda por cima usa essa condicionante intelecto-mental, para fazer anti-Espiritismo alucinado...

ps . acima está um vídeo extraído do filme "2001 Odisseia no Espaço" que já referi por varias vezes
para ver se o asno233 consegue perceber o que o realizador  Stanley Kubrick   mostra e onde se pode ver como o processo se desenvolveu, sendo que os últimos 3 minutos do vídeo estão de extraordinária
inspiração... :)....
      

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Evolução Espiritual

O 233 nunca concordou com a teoria de evolução espiritual preconizada por Kardec. Segundo ele, um espírito encarnado que  se torna um assassino não tem como evoluir.

Nesses anos todos de Espiritismo, o que eu aprendi com  Kardec?
Que todos os espíritos foram criados simples e ignorantes por Deus. 
E quem seria Deus, pergunta Kardec para os espíritos, em seu livro original em francês:

"Qu'est-ce que Dieu?"

"Dieu est  l'inteligence suprême, cause première de toutes choses."
Deus é a inteligência suprema, causa primária de todas as coisas.

Portanto, quando Deus criou os espíritos, os criou simples, ignorantes e dotados de livre arbítrio, pra que pudessem prosperar espiritualmente e assim atingir (um dia, quem sabe) a perfeição.
  

Tudo isso pode ser lido no "Livro dos Espíritos". É de fácil entendimento.
Parte Segunda. Capitulo I. Dos Espíritos, perguntas 114 a 127.


Progressão dos Espíritos

"Deus criou os Espíritos simples e ignorantes, isto e, sem conhecimento do bem e 
do mal. Deu-lhes oportunidades de aprender e de se melhorarem e, melhorando-se 
passar de uma ordem inferior para outra mais elevada."

"A cada um deu determinada missão, com o fim de esclarece-los e de os fazer chegar 
progressivamente a perfeição pelo conhecimento da verdade."

"Não há Espirito que se conserve eternamente nas ordens inferiores. Todos se 
tornarão perfeitos. Podem mudar de ordem demoradamente, porem, um pai justo e 
misericordioso não pode banir seus filhos para sempre."

"Depende da vontade e do desejo do Espirito progredir, mais rapidamente, para 
alcançar a perfeição. O indolente ou recalcitrante, ao contrario, mesmo nao 
retrogradando, pode ficar estacionário.

"Deus criou os Espíritos com aptidão tanto para o bem quanto para o mal, e deu 
a eles o livre-arbítrio. Os que são maus, assim se tornaram por vontade própria."


Tudo parece muito simples. Por que o 233 não entende? Mon Dieu!

SA

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

A inveja

"Afaste-se do Rivailismo. Não existem espíritos, mas a mente dos rivailistas é perniciosa, a proximidade deles atrai o mal. Tudo funciona como se Satanás e os demônios existissem mesmo, mas é somente a mente subconsciente rivailista em ação.
Examine seu caso e verá que está em contato com pessoas invejosas." Conselho do 233.


Gravura "Inveja", de Sebastian Covarrubias,


O que é a inveja?


Inveja é um misto de ódio, desgosto e pesar pelo bem e felicidade de outrem; é o desejo violento de possuir o bem alheio; é a invejar a prosperidade e a alegria de outra pessoa, porque ela possui algo que não possuímos (Dicionário Aurélio).

"O invejoso em vez de sentir o prazer com o que possui, sofre com que os outros têm. (Bertrand Russel)


"Inveja é atestado de inferioridade" (Napoleão)


Sto. Agostinho via na inveja "o pecado diabólico por excelência". "Da inveja nascem o ódio, a maledicência, a calúnia, a alegria causada pela desgraça do próximo e o desprazer causado por sua prosperidade."



O décimo mandamento se refere e proíbe a cobiça dos bens dos outros, ou seja: a inveja. "NÃO COBIÇARÁS ... COISA ALGUMA QUE PERTENÇA AO TEU PRÓXIMO" 

A inveja é um sentimento que desde os tempos mais remotos perturba o ser humano. Imagino que no tempo das cavernas, quando um Neanderthal queria a caverna de outro Neanderthal (por inveja, claro!), arrebentava o outro a socos e pontapés. Caim matou Abel por inveja.

Quando acontece a inveja? Quando há comparação! Quando fulano se compara a beltrano e conclui que a vida de beltrano é melhor. Em vez de lutar para ter vida igual,apenas a deseja, sem esforços. Ou seja: inveja!

Fulano não raciocina e vê o tanto que Beltrano trabalhou e sofreu para usufruir da vida que tem. 
Como diz um ditado mineiro, Fulano só vê as pingas que Beltrano toma e não os tombos que ele leva.

“A inveja é um sentimento de tristeza que vem depois de uma comparação” (diz o psicólogo Antônio Roberto, estudioso do comportamento humano).


Lúcifer desejou o lugar de Deus.  Ez.14.14 “Subirei acima da mais altas nuvens....” 

Quais seriam as características do invejoso?
Você conhece a parábola da raposa e as uvas? Uma raposa morta de fome passa e vê um cacho de uvas bem no alto. Faz de tudo para pegar mas não consegue. Vai embora desapontada e consolando-se: "não tem problema, eu não queria mesmo, as uvas estão estragadas!". 
Desprezo pelo objeto invejado. A principal característica do invejoso. Um verdadeiro drama existencial, causa de muitas infelicidades.

O que diz Kardec sobre a inveja?
A inveja e o ciúme! Felizes aqueles que não conhecem esses dois vermes roedores! Com a inveja e o ciúme não há calma nem repouso possível para aquele que está atacado desses males: os objetos de sua cobiça, seu ódio, seu despeito se dirigem a ele como fantasmas que não lhes dão nenhuma trégua e o perseguem até durante o sono. O invejoso e o ciumento vivem num estado de febre contínua. Será essa uma situação desejável, e não compreendeis que com suas paixões o homem criou para si suplícios voluntários, e que a Terra torna-se para ele um verdadeiro inferno?"(Allan Kardec)


O que diz Buda sobre a inveja?

Um dos grandes e maiores males do mundo é a inveja, e ela está presente em nossa vida diária e, com toda a certeza, esse malefício de algumas mentes (na maioria dos casos ignorantes) estará sempre presente na vida de qualquer ser humano, particularmente quando ele se destaca em apreço e mérito da maioria dos comuns mortais que com ele possam comunitariamente coabitar. 


O que diz a Igreja Católica sobre a inveja?
Os filisteus pressionaram Pilatos a condenar Jesus. Pilatos tentou evitar o desfecho fatal, porque, como diz a Escritura, “sabia que os judeus o tinham entregue por inveja” (Mt 27, 18).. Não é por nada que Santo Agostinho chamou a inveja de “o pecado diabólico por excelência”. Este vício entre no coração humano desde o palácio dos reis até o santuário das religiões! 
A inveja é um dos vícios capitais, ao lado do orgulho, da avareza, da ira, da impureza, da gula, da preguiça. “Vício capital”, isto é, raiz e causa de outros males. Suas filhas prediletas são: a calúnia, a delação, a difamação, o ódio, o mau humor, a maledicência, a tristeza diante do bem do próximo, a alegria pela desgraça alheia. 


O que eu penso da inveja?
A inveja é uma m*

O que  você acha da inveja?
Qual a sua interpretação da gravura de Sebastian Covarrubias? Um cão, um homem com uma fruta...

SA

Fidelidade Canina


Mais uma história de fidelidade canina. Caramelo é uma cadela vira-latas que está há 15 dias na frente da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Cabo Frio, no Rio de Janeiro. Ela espera seu dono sair. Só que ele deu entrada no local e acabou morrendo.
De acordo com O Globo, Caramelo seguiu a ambulância que carregava seu dono, num trajeto de 1,5 km. Ela não aceita carinho, mas está sendo alimentada por quem se sensibilizou com a história. Amigos e familiares de seu dono tentaram levá-la de volta para casa. Mas ela não foi. Preferiu continuar a esperar o dono.


Fotos: Repórter Renata Cristiane

Fonte (Restrita): http://blogs.estadao.com.br/radar-pop/cadela-ja-esta-ha-15-dias-na-frente-de-posto-de-saude-esperando-o-dono-que-morreu/

domingo, 20 de janeiro de 2013

Ted

Esse é o nome do filme em Blu Ray que encontrei na banca do Cesar, ontem de tarde, originalmente distribuído pela Universal e que um anônimo conseguiu copiar para vender por um preço mais popular, R$ 10,00. Como se trata de uma cópia parcial, eu não sei absolutamente nada sobre o filme, não sei se o Ted é um ursinho de pelúcia real ou apenas uma ilusão de ótica, do mesmo tipo que Jesus usou para fazer os apóstolos acreditarem que ele andou sobre a água.

A história começa em 1985, quando um menino pede na noite de Natal um amigo que falasse com ele (naquela época, ainda não existia o Blogue da Selma). Como se trata de um filme de fantasia, o desejo dele foi realizado, o ursinho de pelúcia começou a falar com ele. Os pais ficaram assustados, e é óbvio que o Ted ficou famoso em todo território americano, mas depois de trinta e cinco anos, o Ted caiu no esquecimento, ninguém queria saber o porquê do ursinho falar seja com o seu proprietário ou com os mortos, o que permaneceu foi a relação de amizade, mas que foi ameaçada com a presença de uma moça que entrou na vida do rapaz.

O ursinho adorava uma boa balada, conhecia vários traficantes que vendiam ervas que deixavam ele e seu proprietário bastante chapados, mas o uso excessivo de drogas acabou atrapalhando o trabalho e o namoro do rapaz, e assim o velho compromisso de serem amigos para sempre começou a ser questionado. Bem que a moça tentou pressionar o rapaz a escolher entre ela e o Ted, mas ela tinha muito medo que o rapaz escolhesse o Ted.

É óbvio que o filme foi inspirado na Bíblia. Se Deus fez uma cobra falar, o que impede dos vendedores de ilusão fazerem um ursinho de pelúcia falar? Graças ao Blogue da Selma, principalmente com a participação do Adilson e do Vai Volta, ninguém mais questiona o milagre da multiplicação do pão ou o milagre das cartas psicografadas. De acordo com a estatística do Blogue da Selma eu já escrevi 100 comentários nesses últimos três anos, mas o Chico Xavier escrevia 100 cartas com mais de dois parágrafos cada um em apenas um dia. Não é a toa que o Chico é mais famoso do que eu, mesmo estando morto.

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Deuteronômio 18:11

Esse é o versículo que o Sr Adilson usa para demonstrar que Deus não se simpatiza com cultos que invocam os espíritos dos mortos, nesse caso, Deus não só é anto espírita, mas também anticatólico bem como antiprotestante, pois todos eles invocam um morto em particular, que é Jesus.

Por outro lado, o texto é voltado para aqueles que receberam a escritura da terra prometida, do povo que estava no exílio e que foi liberto por Moisés, com a ajuda de seu poderoso cajado. Ou seja, o escopo do Deuteronômio não atinge os que não têm terra nenhuma, como é nosso caso, que vivemos pagando aluguel todo santo mês, e assim podemos fazer despacho, jogar na megasena, frequentar missa, casa espírita ou qualquer culto evangélico.

Essa é a primeira dúvida: a orientação que Moisés recebeu do Pai Todo Poderoso vale só para a turma dele, ou é para toda a humanidade?

Se a segunda opção for a correta, aí surge a segunda questão: podemos ou não lembrar de Jesus, que foi crucificado, morto e sepultado? Muita gente, principalmente na Igreja Católica, acredita que Jesus está vivo e está sentado à direita de Deus Pai Todo Poderoso, logo nenhuma missa é uma contravenção ao 18o. capítulo Inciso XI do Deuteronômio.

Mas se Jesus está vivo, então, de quem era todo aquele sangue que foi derramado para esquecer os nossos erros passados, presentes e futuros?

Eis o mistério do exterminador do espiritismo: como o Sr Adilson pretende eliminar o espiritismo da face da Terra sem antes eliminar o antigo e o novo testamento?

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

O Suicida do Trem

Divaldo Franco


Eu nunca me esquecerei que um dia havia lido num jornal acerca de um suicídio terrível, que me impactou: um homem jogou-se sobre a linha férrea, sob os vagões da locomotiva e foi triturado. E o jornal, com todo o estardalhaço, contava a tragédia, dizendo que aquele era um pai de dez filhos, um operário modesto.


Aquilo me impressionou tanto que resolvi orar por esse homem. Tenho uma cadernetinha para anotar nomes de pessoas necessitadas. Eu vou orando por elas e, de vez em quando, digo: se este aqui já evoluiu, vou dar o seu lugar para outro; não posso fazer mais.


Assim, coloquei-lhe o nome na minha caderneta de preces especiais - as preces que faço pela madrugada. Da minha janela eu vejo uma estrela e acompanho o seu ciclo; então, fico orando, olhando para ela, conversando. Somos muito amigos, já faz muitos anos. Ela é paciente, sempre aparece no mesmo lugar e desaparece no outro.



Comecei a orar por esse homem desconhecido. Fazia a minha prece, intercedia, dava uma de advogado, e dizia: Meu Jesus, quem se mata (como dizia minha mãe) "não está com o juízo no lugar". Vai ver que ele nem quis se matar; foram as circunstâncias. Orava e pedia, dedicando-lhe mais de cinco minutos (e eu tenho uma fila bem grande), mas esse era especial.

Passaram-se quase quinze anos e eu orando por ele diariamente, onde quer que estivesse. Um dia, eu tive um problema que me fez sofrer muito. Nessa noite cheguei à janela para conversar com a minha estrela e não pude orar. Não estava em condições de interceder pelos outros.

Encontrava-me com uma grande vontade de chorar; mas, sou muito difícil de fazê-lo por fora, aprendi a chorar por dentro. Fico aflito, experimento a dor, e as lágrimas não saem. (Eu tenho uma grande inveja de quem chora aquelas lágrimas enormes, volumosas, que não consigo verter). Daí a pouco a emoção foi-me tomando e, quando me dei conta, chorava.

Nesse ínterim, entrou um Espírito e me perguntou: Por que você está chorando? Ah! Meu irmão - respondi - hoje estou com muita vontade de chorar, porque sofro um problema grave e, como não tenho a quem me queixar, porquanto eu vivo para consolar os outros, não lhes posso contar os meus sofrimentos. Além do mais, não tenho esse direito; aprendi a não reclamar e não me estou queixando.

O Espírito retrucou: Divaldo, e seu eu lhe pedir para que você não chore, o que é que você fará? Hoje nem me peça. Porque é o único dia que eu consegui fazê-lo. Deixe-me chorar! Não faça isto, pediu. Se você chorar eu também chorarei muito.

Mas por que você vai chorar? perguntei-lhe: Porque eu gosto muito de você. Eu amo muito a você e amo por amor. Como é natural, fiquei muito contente com o que ele me dizia.

Você me inspira muita ternura - prosseguiu - e o amo por gratidão. Há muitos anos eu me joguei embaixo das rodas de um trem. E não há como definir a sensação da eterna tragédia. Eu ouvia o trem apitar, via-o crescer ao meu encontro e sentia-lhe as rodas me triturando, sem terminar nunca e sem nunca morrer. Quando acabava de passar, quando eu ia respirar, escutava o apito e começava tudo outra vez, eternamente.

Até que um dia escutei alguém chamar pelo meu nome. Fê-lo com tanto amor, que aquilo me aliviou por um segundo, pois o sofrimento logo voltou. Mais tarde, novamente, ouvi alguém chamar por mim. Passei a ter interregnos em que alguém me chamava, eu conseguia respirar, para agüentar aquele morrer que nunca morria e não sei lhe dizer o tempo que passou.

Transcorreu muito tempo mesmo, até o momento em que deixei de ouvir o apito do trem, para escutar a pessoa que me chamava. Dei-me conta, então, que a morte não me matara e que alguém pedia a Deus por mim. Lembrei-me de Deus, de minha mãe, que já havia morrido. Comecei a refletir que eu não tinha o direito de ter feito aquilo, passei a ouvir alguém dizendo: "Ele não fez por mal. Ele não quis matar-se." Até que um dia esta força foi tão grande que me atraiu; aí eu vi você nesta janela, chamando por mim.

Eu perguntei - continuou o Espírito - quem é? Quem está pedindo a Deus por mim, com tanto carinho, com tanta misericórdia? Mamãe surgiu e esclareceu-me: “É uma alma que ora pelos desgraçados. Comovi-me, chorei muito e a partir daí passei a vir aqui, sempre que você me chamava pelo nome. (Note que eu nunca o vira, face às diferenças vibratórias.)

Quando adquiri a consciência total - prosseguiu ele - já se haviam passado mais de catorze anos. Lembrei-me de minha família e fui à minha casa. Encontrei a esposa blasfemando, injuriando-me:

"Aquele desgraçado desertou, reduzindo-nos à mais terrível miséria. A minha filha é hoje uma perdida, porque não teve comida e nem paz e foi-se vender para tê-los. Meu filho é um bandido, porque teve um pai egoísta, que se matou para não enfrentar a responsabilidade. Deixando-nos, ele nos reduziu a esse estado."

Senti-lhe o ódio terrível. Depois, fui atraído à minha filha, num destes lugares miseráveis, onde ela estava exposta como mercadoria. Fui visitar meu filho na cadeia.

Divaldo - falou-me emocionado - aí eu comecei a somar às "dores físicas" a dor moral, dos danos que o meu suicídio trouxe. Porque o suicida não responde só pelo gesto, pelo ato da autodestruição, mas, também, por toda uma onda de efeitos que decorrem do seu ato insensato, sendo tudo isto lançado a seu débito na lei de responsabilidades.

Além de você, mais ninguém orava, ninguém tinha dó de mim, só você, um estranho. Então hoje, que você está sofrendo, eu lhe venho pedir: em nome de todos nós, os infelizes, não sofra! Porque se você entristecer, o que será de nós, os que somos permanentemente tristes? Se você agora chora, que será de nós, que estamos aprendendo a sorrir com a sua alegria? Você não tem o direito de sofrer, pelo menos por nós, e por amor a nós, não sofra mais.

Aproximou-se, me deu um abraço, encostou a cabeça no meu ombro e chorou demoradamente. Doridamente, ele chorou. Igualmente emocionado, falei-lhe: Perdoe-me, mas eu não esperava comovê-lo.

São lágrimas de felicidade. Pela primeira vez, eu sou feliz, porque agora eu me posso reabilitar. Estou aprendendo a consolar alguém. E a primeira pessoa a quem eu consolo é você.

O Semeador de Estrelas

Suely Caldas Schubert - Divaldo Franco

------------------

Eu compartilho com o Sr Adilson a ideia de que após a morte vamos virar pó, depois o Pai Todo Poderoso nos ressuscitará na forma de joio ou trigo, baseado nas escolhas que fizermos nessa única experiência de vida; a única diferença entre mim e o Sr Adilson é que eu me reporto ao Santo Papa, já o Adilson defende a tese de que só existe um Papa, mas ele não está na Terra ou pelo menos no Vaticano.

E também diferente do Adilson, eu tiro o chapéu quando encontro textos bem elaborados como esse que o Dr Esio mandou na minha caixa postal agora pouco. Ou seja, o Santo Bento XVI não mandou exterminar o espiritismo. Agora, se o "verdadeiro" Papa mandou o Adilson exterminar o espiritismo, isso eu não vi em nenhum parágrafo da Bíblia, se bem que só li a Bíblia até o segundo parágrafo.

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

A vida antes da morte - parte 9 de 99

O Estado: Obras atrasadas para a Copa

Há seis anos, a candidatura do Brasil para sediar pela segunda vez na história a Copa do Mundo da Fifa, em 2014, foi apresentada à entidade promotora pela Confederação Sul-Americana de Futebol. Em 2007, o presidente Joseph Blatter anunciou a escolha ante uma comitiva de governadores, parlamentares e dirigentes esportivos, capitaneada pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que a festejou como uma ótima oportunidade de negócios e uma excepcional plataforma comercial e propagandística do Brasil para o mundo. Na ocasião, foi firmada a matriz de responsabilidades dos governos federal, estaduais e municipais, que assumiram a tarefa de acompanhar as obras de arenas esportivas adaptadas às exigências de conforto e segurança para a torcida e fazer obras públicas para facilitar o deslocamento de torcedores para as cidades-sede e seu transporte para os estádios.


Cinco anos depois, o panorama no que se refere ao cronograma das obras acertadas em comum acordo com os organizadores do torneio é, para dizer o mínimo, constrangedor. No caso das reformas dos estádios a serem transformados em arenas incluem-se entre os atrasos as obras do local onde será disputada a partida final da Copa, o Maracanã, no Rio de Janeiro. Após sucessivos atrasos, o governo do Estado do Rio de Janeiro, proprietário do antigo maior estádio do mundo, onde o Brasil foi vice-campeão da Copa de 1950, anunciou que a arena exigida pela Fifa só será entregue em 28 de maio de 2013. Ou seja, a 19 dias de 16 de junho, para quando foi marcada a partida entre México e Itália, a primeira a ser jogada nele. A 15 dias úteis da estreia, a data é apontada como o limite para que a entidade assuma as seis sedes da Copa das Confederações, a ser disputada um ano antes da Copa do Mundo.

Quanto às obras de mobilidade urbana consideradas necessárias para melhorar o tráfego nas cidades escolhidas para sedes do campeonato, a situação dos organizadores brasileiros é ainda mais embaraçosa: dos 82 empreendimentos acertados há cinco anos, 21 já foram liberados do compromisso em comum acordo com a Fifa. Como foram acrescentados mais 28, agora há 86 obras em andamento. Tiveram orçamento alterado 25 delas e 33 não cumpriram o cronograma anunciado. Apenas 3 em 82 (3,5%) mantêm orçamentos atualizados e prazos em dia. Estas reformas concluídas representam cerca de 5% do que estava previsto para ficar pronto até agora: seriam 35 - 9 em 2011 e 26 no ano passado. Mas somente 2 foram entregues, ficando 36 para este ano e 23 para 2014. Na previsão feita em 2010, só 1 obra seria entregue no ano da realização do torneio. Agora já serão 23.

As obras com atraso mais dramático são as de mobilidade urbana, financiadas pelo governo federal, mas realizadas por administrações estaduais e municipais. Mas as de exclusiva responsabilidade do governo federal - caso dos aeroportos - também não apresentam um primor de organização e planejamento. Das 25 obras previstas para aeroportos 8 foram canceladas, mas outras 12 foram incluídas. De acordo com as contas do governo federal, 9 reformas de aeroportos estão concluídas. Este número inclui, contudo, 4 módulos operacionais, estruturas concebidas para uso provisório. Também é considerada obra concluída a terraplenagem da área onde será construído o terminal 3 do Aeroporto de Guarulhos. A justificativa oficial é de que a Infraero realizou a obra antes da concessão à iniciativa privada. E a Secretaria de Aviação Civil diz que até a Copa o terminal estará pronto.

União, Estados e municípios tentam se justificar culpando decisões judiciais, problemas com licenciamento ambiental, alterações no projeto e a falta, em muitos casos, de projetos executivos. A desculpa é esfarrapada, pois em 2007, quando o compromisso de responsabilidades foi assinado com a aprovação dos três entes federativos, esses problemas eram previsíveis. Quando comandou a comitiva que festejou a honrosa escolha, Lula prometeu "realizar a melhor Copa de todos os tempos". Pelo visto até agora, já será de bom tamanho se o Brasil não protagonizar um vexame sem precedentes na história das Copas.

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Globo Repórter sobre Chico Xavier parte 4 de 4



Nunca variando e usando sempre da mesma peçonha que o caracteriza e que não deixa qualquer duvida quanto à mente podre que sustenta em sua fossa-cerebral... o canalha233 chama de idiotas a tudo e todos, chegando a vez dos parentes  que foram consulados pelo impoluto médium FCXavier, e que ficaram sem qualquer duvida que se tratava de seu entes queridos que, afinal, continuam dando SINAIS DE VIDA, mesmo depois de terem deixado o corpo carnal neste planeta de provas e expiações...

De  resto... tambem não muda nada ao que SEMPRE!!! "vomita" de falsidades e da habitual desonestidade intelectual que INVARIAVELMENTE!!! usa para tentar atingir o Espiritismo/PURO CRISTIANISMO, e...

... já por demais rebatido ponto a ponto, virgula a virgula...  durante todo o tempo que tem"zurrado" por aqui...  pelo que não vou repetir pela  milésima vez, o que já foi esclarecido e mostrado como é "miserável" a maneira como esse crápula 233 tenta fazer anti Espiritismo... Assim...

... antes vou colocar a parte 4 da reportagem que mostra bem à evidencia o por quê do ódio doentio
que esse ignobil233, dedica ao ESPIRITO que usou o corpo do sublime médium FCXavier para fazer o BEM!!!... que O Cristo TANTO APRECIA SEJA FEITO...

e o "porquê do odio"...  é bem conhecido por todos os que sabem como as " trevas" (os 233's que andam por aí)  têm aversão indómita ao que vem da LUZ DIVINA!!...

Simplesmente assim... 

     

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Globo Repórter sobre Chico Xavier parte 3 de 4



com muito prazer... e MOSTRANDO apenas a VERDADE!!! dos factos... estou continuando à dar motivos para a imensa dor de corno(s) que faz o "ódio do infeliz e alucinado233"...

Mulheres da Índia

A Índia foi considerada o pior pais do mundo para se nascer mulher. O segundo pior país seria a República do Congo.

É sabido de todos os casos horríveis de estupros na Índia. Final do ano passado uma jovem estudante de fisioterapia foi estuprada em um ônibus. Algumas reportagens dizem que esse ônibus era clandestino e tanto o motorista quanto os passageiros (todos homens) eram bandidões que passeavam alegremente pela noite indiana. A jovem desavisada entrou no ônibus acreditando que ele a levaria para o bairro onde morava, mas foi barbaramente estuprada pelos passageiros e motorista, que depois a jogaram para fora do veículo.

Semana passada outra jovem  estuprada  por seis homens na Índia virou manchete internacional. Engana-se se você acha que os únicos estupros que ocorreram na Índia foram esses. São muitas as jovens que sofrem esse tipo de violência, principalmente aquelas das classes mais baixas, os dalits. Sendo uma classe social praticamente desprezada no país, as mulheres que sofrem esse tipo de violência praticamente não têm a quem reclamar, pois reclamar de estupro (seja para médicos e autoridades) gera uma certa desconfiança sobre a vítima. Os médicos ou os policiais sempre acharão que quem provocou o estupro foi a vítima, que vestia-se de jeito provocante e agia de maneira insinuante. Ou seja, as mulheres são desprezadas em suas queixas pelos machões indianos.

Há uma região da Índia (ou várias, talvez) em que as famílias não querem meninas na família, pois segundo o que se pensa, as meninas costumam "envergonhar" os pais. principalmente se são vítimas (sic) de estupro. Quando a mulher está grávida de uma manina, o marido geralmente a obriga a abortar, ou quando nasce uma menina, ela é assassinada ainda bebê. Com isso aumenta o número da população masculina, que geralmente fica meio desorientada com a falta das mulheres na adolescência e idade adulta.

Muitas meninas são sequestradas e obrigadas a se casarem com homens de outras regiões da Índia. Algumas são traficadas. Traficantes especializados  prometem aos pais que levarão as meninas para a capital, a fim de conseguir emprego para elas. Mas na verdade as enviam para casa de prostituição e para homens que desejam casamento. Esses traficantes prosperam ganhando dinheiro com tráfico humano.

Diante desses fatos, as mulheres não podem ter qualquer esperança em um país como esse, em que a maioria dos homens acreditam que as vítimas de estupro são as principais culpadas. E os estupradores são inocentes, pois foram seduzidos pela sensualidade das vítimas. Muito triste um fato desses acontecer em pleno século XXI.

Muito triste para quem acha que a Índia é um país "espiritualizado".



SA

domingo, 13 de janeiro de 2013

A vida antes da morte - parte 8 de 99

O Estado: Milhares protestam contra o casamento não convencional em Paris

Milhares de pessoas protestam neste domingo, 13, pelas ruas de Paris, na França, contra o casamento gay, uma reforma polêmica que o presidente François Hollande promete executar em junho. O número, estimado e divulgado em 800 mil pelos organizadores da marcha em Champ de Mars, foi desmentido pela polícia, que estimou a participação em apenas 340 mil pessoas.


Os protestantes chegaram a Paris em cinco trens de alta velocidade, 900 ônibus e inúmeros comboios de carros que deixaram cidades na província, muitos antes do amanhecer, em direção a três pontos da capital francesa para as marchas. O protesto converge para a Torre Eiffel nesta tarde.

Apoiados pela hierarquia católica, ativistas mobilizaram uma coalizão híbrida de famílias religiosas, políticos conservadores, muçulmanos, evangélicos e até mesmo homossexuais que se opõem ao casamento gay para a demonstração de força.


Protesto no Vaticano. Também na manhã deste domingo quatro integrantes do Femen, grupo conhecido pela ousadia de suas manifestações sobre os mais variados assuntos, foram detidas durante a missa dominical realizada pelo Papa Bento XVI na Praça de São Pedro, no Vaticano.

Com dizeres 'in gay we trust' (em gays confiamos), em contraposição ao tradicional 'in God we trust' (em Deus confiamos), escritos nas costas e no tórax, as ativistas se manifestaram a respeito da publicação do Jornal do Vaticano que condenou a adoção por homossexuais depois que a Justiça garantiu a uma mãe homossexual a custódia de seu filho.


Globo Repórter sobre Chico Xavier parte 2 de 4



continuando...

(para desgosto dos "anti" que se afogam em tentativas alucinadas de "esvaziar" o trabalho PURAMENTE CRISTÃO, do impoluto médium F.C.Xavier)...

... tentativas impossíveis de concretizar... NATURALMENTE!!!!!!...

sábado, 12 de janeiro de 2013

Globo Repórter sobre Chico Xavier parte 1 de 4



fala quem VIVEU (e beneficiou) o fenomeno...  (por muito que os fanáticos "anti"...  nºao gostem e não queiram... :)

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Genoíno e a bala perdida

Mais uma vez minha querida São José dos Campos, lugar onde estudei e passei muitos anos de minha vida, está sob o domínio do PT(Carlinhos de Almeida) .  De 1993  a 1997 , quando eu ainda morava lá, o PT também administrou a cidade através da prefeita Angela Guadagnin. Lembro que ela construiu viadutos que iam de nada a lugar nenhum e que a cidade (pelo menos o centro) vivia suja. Mas o que me assusta no momento não é o PT em São José dos Campos. O que me assusta é que Carlinhos de Almeida era deputado federal e para assumir a prefeitura da cidade deixou seu cargo vago, que foi assumido pelo seu suplente  José Genoíno.


O ex-presidente do PT José Genoino, condenado pelo Supremo Tribunal Federal na ação penal do mensalão, assumiu dia 03/01/2013  o mandato de deputado federal afirmando ter a "consciência dos inocentes" em meio à polêmica em torno da decisão do STF de cassar os mandatos de parlamentares condenados no processo do mensalão.

O petista, que assumiu uma cadeira por São Paulo por ser suplente, disse estar cumprindo um "dever legal" e acrescentou que não será pivô de uma crise entre Poderes da República.
"Eu tenho a consciência serena dos inocentes e espero que mais cedo ou mais tarde a verdade aparecerá", disse Genoino a jornalistas após a cerimônia de posse. "Estou aqui cumprindo as normas da democracia e da Constituição."

Genoino foi condenado pelo STF a 6 anos e 11 meses de prisão pelos crimes de corrupção ativa e formação de quadrilha. Ele poderá cumprir a sentença em regime semiaberto.


Como é que pode um indivíduo estar condenado pelo crime de corrupção e formação de quadrilha e mesmo assim poder assumir? Esse sujeito roubou milhões dos cofres públicos! Dinheiro nosso que chega até lá através dos impostos. Imposto que existe em tudo que se possa imaginar. E pasme: ele irá ganhar aproximadamente 25 mil reais de salário de deputado mais outro tanto como "auxílio de custos". Um pouco mais de 50 mil reais.  Gostou?

O que tem a ver Genoíno com bala perdida?
Uma menina, vítima de "bala perdida", foi levada às pressas para o Hospital Salgado Filho no RJ. Era noite de Natal e o neurocirurgião resolveu ceiar com a família em vez de trabalhar. Ele está errado? Obvio que sim. Não li o código de ética dos médicos, mas o da odontologia diz claramente que um cirurgião-dentista que trabalhe no serviço público ou emergência só poderá se ausentar se deixar outro colega no seu lugar.
Como não havia outro neurocirurgião no hospital, a menina ficou esperando atendimento por 8 horas até ser transferida para outro hospital. Uma bala quando penetra no corpo de uma só pessoa, ela não apenas perfura, mas também queima pois ela chega "quente" e vai destruindo cada vez mais tecidos. O tempo entre o acidente e o atendimento é muito importante. O fato é que na noite de 31/12 a menina teve morte cerebral declarada e depois de uns dias seu coração parou de pulsar.

Quem é o culpado? A administração do hospital? O médico?

O mais estranho é que "bala perdida" tornou-se um fato corriqueiro e aceitável. Muitíssimo pouco (ou quase nada) se falou sobre de onde e de quem partiu a bala. Parece que aceita-se conviver em uma cidade onde balas voam por toda parte, e que isso é normal. O autor do disparo, a região de onde partiu o disparo é realmente a responsável pela morte da menina. 

Assim como  "bala perdida" tornou-se aceitável, parece que aquele que pratica corrupção também tornou-se aceitável nesse país. Tudo dentro da normalidade. Aí está a relação entre Genoíno e bala perdida.

Resta agora saber quem irá para a cadeia. Descubra se for capaz:
1. autor do disparo da "bala perdida"
2. neurologista
3. administração do hospital
4. Genoíno
5. Zé Dirceu, Marcos Valério, etc, etc, etc...
6. n.d.a.

SA

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

A fé e o alho-poró

Horta é um local onde de plantam legumes, verduras e ervas medicinais. E ao se plantar tudo isso, o objetivo claro é o de comer as verduras e legumes, de preferência sem agrotóxicos.

Resolvi criar minha horta.
Comprei mudas de alface, repolho, alho-poró, brócolis, couve, rúcula, salsinha e cebolinha.

Trabalhei duro. Isso é bom, pois esse tipo de exercício ajuda a emagrecer e manter a forma.A felicidade maior era saber que poderia então comer produtos livre de venenos usados na lavoura. O objetivo era usar apenas adubo orgânico.

Foram plantados dez pés de repolho, dez de brócolis, muitos de cebolinha e salsinha, dez de alho-poró e quinze de alface.

Passados dois dias  as folhinhas dos pés de repolho e de brócolis começaram a amanhecer no chão. Com muita paciência eu limpava o chão e molhava as plantinhas, acreditando que poderia ser apenas culpa da chuva ou vento. Mas o fato começou a se repetir todos os dias  com os repolhos. Toda manhã amanhecia um pezinho pelado, com as folhinhas no chão. Procurei informações e descobri que poderia ser culpa de um grilo. Mas que grilo estranho... Qual finalidade de cortar as folhinhas e jogá-las no chão?

Restavam apenas três pés de repolho e resolvi a contragosto vaporizar as plantinhas com um produto especial para afastar grilos. Infelizmente teria que admitir a ideia de colocar um tipo de "veneno" em minha horta. 
O produto contra grilos foi um fracasso. Em vez de afastá-los abriu o apetite deles, pois em vez de comerem apenas um pezinho de repolho por noite, na noite que vaporizei o produto, comeram de uma só vez os três pezinhos restantes.

Fiquei triste, mas ainda restavam os brócolis, a salsinha, cebolinha, a rúcula... O conselho dado foi que a proporção usada do produto para misturar com água havia sido muito baixa (embora tenha eu seguido as proporções do fabricante). Resolvi então aumentar a proporção...
Vaporizei todas as plantinhas com o produto novamente. A proporção aumentada teve um efeito devastador. Queimou quase todas as mudinhas de brócolis, retando apenas uma que sobreviveu.

Os pulgões atacaram a couve e até o presente momento resta apenas uma. As lagartas devoraram uma parte das rúculas. As cebolinhas estão crescendo fininhas, sem atrativos. Os alhos-poró sobreviveram. Devem ser bem resistentes.

Lembro da parábola do semeador, contada por  Jesus:

A parábola do Semeador
Um certo semeador saiu a semear...
Foram  plantadas 4 tipos de sementes:
A beira do caminho, terreno pedregoso, no meio dos espinhos e na terra boa.
Avaliação dos terrenos
1)      a beira do caminho: quase impossível germinação, grandes dificuldades para brotar, a semente e pisada e destruída (luc.8.5), as aves comem antes de germinarem.
2)      Terreno pedregoso: fraco, sem força, pouca terra, rápida germinação, raiz fraca por causa das pedras, vulnerável à pragas, vento, chuva e sol e sem umidade ( água, espírito Santo- luc: 8.6).
3)      No meio dos espinhos: os espinhos crescem juntos com a planta e a sufocam impedindo a frutificação.
4)      Terra boa: umidade,raiz profunda, crescimento firme, respiração e frutificação.


Porque Jesus falou através da parábola? Interrogou os discípulos.
Por que existem duas classes de pessoas: as que ouvem e entendem os mistérios e as que não entendem (mt13:11)
Os lugares onde a semente cai são as pessoas e os resultados obtidos são consequentes da fé:


A beira do caminho:
 Alguém que ouve e não entende, alguém pode pisar a semente, roubar a semente, essa é que cai a beira (junto)  do caminho  e nunca germinará. 
Entre as pedras: recebe imediatamente com alegria, mas não tem raiz em si mesmo, é de pouca duração. Qualquer percalço no caminho abala a pessoa e põe em dúvida a fé.


Nos espinhos:
 ouve a palavra, mas: o cuidado deste mundo, a sedução pelas riquezas deste mundo sufocam a palavra e fica infrutífera. 


Terra boa:
 ouve, compreende e dá frutos.



No meu caso a terra é boa, com muito adubo orgânico. As mudas plantadas também eram boas, de excelente procedência. O problema foram os grilos e a medicação errada. Não quero que a minha fé seja como os repolhos, que foram atacados por um enxame de grilos com apetite insaciável.  Ela terá de ser como o alho-poró!




Fonte da parábola:  http://pt.shvoong.com/books/1845319-par%C3%A1bola-semeador/#ixzz2HHyNpCms


SA