domingo, 30 de setembro de 2012

Agradecimento à TV Cultura

Eu particularmente nunca vi um programa da Hebe Camargo, eu achava que ela era apenas um puxa-saco do Seu Silvio, assim como foi o desastrado do Gugu. Enfim, nunca vi um programa em que ela entrevistava os seus convidados.

Desde 1977 é que deixei de ver televisão, e comecei a minha difícil tarefa de me alfabetizar através da família Mesquita. Dos três artigos que li todos os dias desde então até os dias de hoje, eu não entendo nenhum deles. A coisa mais chata do mundo é ler e não entender.

Mas eu tenho acesso à televisão, basta apertar o botão TV do meu monitor. E hoje foi um desses dias que apertei, e vi a Globo exibindo Zorra Total. Começou os comerciais, e pulei para a Record, Rede TV, Gazeta, até que cheguei na Bandeirantes. De lá, apertei 2 para chegar na Cultura.

Que surpresa, era a Hebe tossindo à beça. O ano é 1987. A Hebe estava cercada de um monte de jornalistas, todos fumando à sua volta, perguntando se ela recebia alguns trocados por ser simpatizante do Maluf. Ela disse que o Maluf é prepotente, que o Jânio não aceita críticas e que o Quércia não tem postura de governador.

O programa foi interrompido pela triste notícia de que o Brasil perdeu Carlos Drumond de Andrade, mas o Roda Viva deu prosseguimento, e um jornalista fez uma curiosa pergunta que deu novo rumo à entrevista: por que a Hebe sempre se mostrava nervosa, antes de subir no palco?

É que ela sentia o peso de sua responsabilidade. Não era um programa cultural, mas do outro lado da camera havia um feirante, um marceneiro, uma dona de casa, uma universitária, uma doméstica e até crianças vendo o seu programa. Enfim, ela estava preocupada em valorizar o tempo do telespectador.

Eu entendi a mensagem dela, e por isso agradeço à TV Cultura por ter homenageado a apresentadora que eu nunca vi, exibindo nesse momento bastante oportuno o belo espetáculo que ela fez, quando desabafou sobre a grande mágoa que enfrentou no palco, quando viu vários colegas indo para o olho da rua, e muitos entenderam que foi por culpa dela.

Foi uma bela entrevista, nunca vi coisa igual. Espero que os diretores de outras emissoras tenham visto esse valioso documento. A Hebe é uma das poucas pessoas que conseguiu conciliar o seu trabalho com suas limitações, ela parou de cantar porque a sua voz era ruim, não pousou nú em nenhuma revista porque não dá para só mostrar as pernas e as coxas nesse tipo de revista, e não entrou na política porque ela não é prepotente, não consegue ficar alheio às críticas e não tem a postura dos políticos, ela só tentou ser apenas uma estrela na vida dos telespectadores.

Acho que ser responsável é a tarefa mais difícil de todos nós. Parabéns, TV Cultura, por tentar passar em uma hora o que a Hebe deve ter tentado passar a vida inteira na frente das câmeras. Lamentavelmente não posso confirmar isso, pois não vi nenhum programa dela, mas essa entrevista me ajudou a enxergar melhor a apresentadora.

É lamentável, no entanto, que a cópia do programa no YouTube esteja sem som: Cópia sem som, mas pelo menos encontrei um outro vídeo muito pequeno do mesmo programa
nesse link

sábado, 29 de setembro de 2012

Lembranças à São Pedro



Na quinta-feira, aos 72 anos, foi a vez de Ted Boy Marino.
Hoje de manhã, aos 83 anos, foi a vez da Hebbe Camargo.
Durante a semana, foram vários anônimos que morreram de Cancer, Aids ou Dengue.

A todos desejo mais sorte com São Pedro.

Frank K Hosaka

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Tudo é possível ao que crê


Um homem pediu para Jesus:

- Mestre, trouxe-te meu filho, possesso de um Espírito mudo. Este, onde quer que o apanhe, lança-o por terra e ele espuma, range os dentes, e vai-se secando. Roguei aos teus discípulos que o expulsassem, mas não puderam.

Jesus disse:
-Ó geração sem fé, até quando estarei convosco? Até quando vos tolerarei?

Pediu então que trouxessem o menino:

_Há quanto tempo lhe sucede isso?
-Desde a infância. Muitas vezes o tem lançado no fogo e na água, para o matar. Mas se podes fazer alguma coisa, tem compaixão de nós e ajuda-nos.

Jesus disse:
_Tudo é possível ao que crê.

O pai disse :
-Eu creio! Ajuda a minha incredulidade!

Dirigindo-se ao agressor invisível, Jesus ordenou:
_Espírito mudo e surdo, eu te ordeno. Sai dele e nunca mais entre neles.


O menino então, ficou inerte no chão.

_Morreu... Falou a multidão

Mas Jesus tomando-o pela mão o fez reerguer-se. E ele estava totalmente recuperado. Mais tarde os discípulos lhe perguntaram:
_Por que não pudemos expulsá-lo?

_Esta casta de Espíritos só pode sair com jejum e oração.


Jesus deixa claro que há necessidade de uma ligação entre os que ajudam e os que são ajudados. Obviamente é a  FÉ que estabelece sintonia. Aquele que crê não pode ser incrédulo e nem crer mais ou menos.
Muitas vezes vacilamos, mergulhando num oceano de dúvidas e incertezas. Nessas ocasiões parece que algo comprime nosso coração, algo nos leva para o fundo escuro de um poço sem fim.  Nessas horas tenho vontade de falar (e falo) para Jesus em orações:

-Jesus, ajuda-me na minha incredulidade!

"Tudo é possível aquele que crê"
Isso me consola.

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Ficha quase limpa...

Se o 2-3-3 fosse candidato a vereador ou prefeito em sua cidade, ou qualquer outra pessoa,  eu sugeriria que você entrasse no portal Ficha Limpa (http://www.fichalimpa.org.br/index.php/) e então clicasse no ícone "Candidatos com Contas Barradas" para ver se está tudo bem.

Nesse portal você pode ver se o candidato "roubou" durante a sua administração, se desviou dinheiro público, se fez muita bobagem.

Mas veja bem: só podemos ver se o fulano fez bobagem durante a administração. Se roubou dinheiro público.

O interessante seria saber muito mais do que isso. Muitas vezes o candidato está pela primeira vez tentando um cargo público e ainda não teve chance de roubar nada. E está com a "ficha limpa" no portal ficha limpa. Usa seu horário na TV para falar coisas maravilhosas e aparece como um anjinho.

O que precisamos saber? Ora, muitas vezes é interessante saber se o candidato:
-odeia espíritas, católicos, judeus, evangélicos ou qualquer outra religião;
-odeia homossexuais a ponto de querer matá-los;
-odeia cães e costuma botar fogo neles, espancar ou amarrar bombinhas na cauda deles;
-é admirador de pagodões e costuma dar festas com som no último volume, extrapolando o número de decibéis permitidos na área;
-gosta de espancar a mulher ou namoradas;
-maltratar mendigos;
-é manguasseiro;
-é fofoqueiro;
-dirige com a CNH vencida;
-não paga pensão justa para os filhos;
-é preconceituoso;
-passa sinal vermelho;
-estaciona em local proibido;

-e por aí vai...

Sei de candidatos por aqui que estão com o nome no TJMG.


Mas aos olhos "sei-lá-de-quem" a ficha deles está limpa.
Que coisa...


S.A.

domingo, 23 de setembro de 2012

Adilson 2-3-3 para vereador!

Foi o Tiririca é que perguntou o que um deputado federal faz e disse que iria trazer a resposta para nós, caso fosse eleito. Isso já foi há algum tempo, e até agora não veio a resposta.

Para responder a essa pergunta, o melhor é desempacotar as caixas onde guardamos o caderno do colegial, e rever a matéria de OSPB, Organização Social e Política do Brasil.

Lá, o caderno ensina que o Brasil tem quatro poderes, o executivo, o legislativo, o judiciário e a Rede Globo. Mas o poder tem o seu alcance geográfico.

O vereador é aquele que cria ou aumenta os impostos municipais, e o prefeito cobra.

O deputado é aquele que cria ou aumenta os impostos estaduais, e o governador cobra.

O senador é aquele que cria ou aumenta os impostos federais, e o presidente cobra.

O juíz é aquele que prende o contribuinte que não paga a prefeitura, a Secretaria da Fazenda ou a Receita Federal.

E a Rede Globo é aquela que transmite a novela das oito, onde a patroa quer matar a empregada e a empregada quer matar a patroa, mostrando ao povo que o mundo seria mais feliz se patrões e empregados se entendessem. Ela nunca comenta para onde vai o dinheiro do contribuinte, ela nunca pergunta por que pagamos o pedágio se já pagamos o IPVA, mas em troca desse silêncio do tipo Tiririca, ela abre suas lentes para expor os candidatos que prometem fazer desse Brasil melhor. Ou seja, o pobre eleitor enfrenta santinhos de papel nas calçadas, plaquinhas de madeira nas praças, músicas de péssima qualidade nas kombis dos candidatos e finalmente é obrigado ver esse circo eleitoral antes das novela das oito.

Enfim, pagamos muito imposto só por causa desse circo.

Logo, o melhor vereador para as Eleições 2012 é aquele que não vai fazer nada, não vai nem criar e nem aumentar os impostos que já temos. Nesse caso, não vejo melhor opção do que o Adilson 2-3-3. Anota aí no seu Galaxy S3: o primeiro turno vai ser no dia 07 e o segundo turno será no dia 28 de outubro.

MIB III

Finalmente, o Cesar me ofereceu ontem o MIB III pirata. O DVD pirata saiu há muito tempo, mas o Blu-Ray pirata demora bem mais. Ontem, reclamei que ele é muito desorganizado, tive que olhar uma caixa inteira, onde ele sabia que o filme não estava lá. "Mas, Frank, só assim é que consigo empurrar um outro filme para o cliente". Até agosto de 2012, o DVD pirata era uma opção, hoje se tornou obrigatório. O Vladimir fechou a única locadora de Diadema.

Já o filme é bem a cara de Spilberg, sempre sonhando com a ideia de voltar no tempo para alterar o futuro. Apesar do tema ser bastante repetitivo, Spilberg sempre encontra um roteiro totalmente inovador. Ao invés de uma máquina, uma nave, uma borboleta, dessa vez o turista do tempo é obrigado a usar um amuleto e só funciona se você pular de um prédio com mais de 30 andares e ativá-lo, quando você estiver a um metro do chão. Eu achei brilhante essa opção!

Trata-se de uma comédia e que se tornou um clássico. Dois patetas com o codinome de Agente K e Agente J protegem o planeta inteiro contra alienígenas que escolheram o caminho do mal. No terceiro episódio, o alienígena é um camarada que lembra bastante o Amaral, dentes pontudos, sorriso sarcástico e sua famosa moto de rodas bem largas. Ele volta no tempo para matar o Agente K.

O agente J também volta no tempo para tentar salvar o Agente K. O único problema desse filme é que o agente J usa o mesmo amuleto que o alienígena usou para voltar no tempo. Essa é a grande dúvida que o filme deixa: como é possível duas pessoas diferentes usarem o mesmo amuleto ao mesmo tempo?

Como em todo filme do Spilberg, o bem sempre vence o mal. Mas no caso do MBIII, nem todas as mortes são evitáveis, algumas são importantes e o máximo que podemos fazer é esquecer de quem foi para o outro lado da vida, ou, no máximo, carregar uma lembrança dele no bolso, como o relógio do agente J.

É uma cena comovante, quando o menino pergunta ao agente K o que aconteceu com o pai dele, quando a Apolo XI decolou do Cabo Canaveral em 16 de julho de 1969. É nesse momento que o agente K descobre que a arma mais perigosa do universo é o arrependimento, ele faz você ficar calado por toda a sua vida, desmotivando você a perguntar por uma resposta que você não quer procurar.

Outra cena que merece muitos aplausos é quando a tripulação da Apolo XI vê o agente K na ponta do foguete, e o três decidiram não comentar nada com a Nasa, só essa cena já valeria um novo título para Homens de Preto 3: "Por que não perguntamos?"

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

O Embaraçoso Wanamlite

AndroidZ

WanamLite é um ROM personalizado, divulgado por Igor, atualmente na versão XXDLI8 V3.6.
Ele tem menos aplicativos que os outros ROMs, mas é extremamente embaroçoso. Primeiro, ele já vem com o Root embutido. Outro ponto controvertido, e que pode acabar sobrando para você, é o aplicativo Telefone. Quando você recebe uma chamada, ou faz uma chamada, tem um botão chamado Gravar do lado esquerdo. Até onde eu sei, o único que pode grampear uma chamada telefônica é a polícia, e mesmo assim precisa do aval de um juíz.
Ao contrário dos outros ROMs que precisa do Odin para atualizar o sistema, o WanamLite você nem precisa descompactar, copia direto no cartão de memória, e instala a ROM através do próprio Galaxy S3. Vale lembrar que essa ROM bem como as demais não tem a benção da Samsung, logo a garantia do seu aparelho fica comprometida.
As gravações que você fizer são gravadas no Galaxy S3 e você pode recuperar a conversação através do aplicativo Gravador de Voz. Ou seja, ao invés de você levar a fama de fofoqueiro, você pode mostrar a fonte da informação. E é basicamente isso que faz o grampo do telefone ser ilegal em vários países desse planeta, mesmo que Jesus tenha dito que a verdade nos libertará.
Lamentavelmente, Jesus foi crucificado, morto e sepultado, e assim criamos uma civilização à base de hipocrisia, onde não é permitido grampear o próprio aparelho. Até quando essa ROM ficará disponível só Deus sabe, mas como ele é apenas um arquivo, você pode fazer várias cópias de segurança dele. O problema é como usar o que foi gravado, toda cautela é pouca. Divulgar a verdade nunca foi um bom negócio. Você pode exibir o Galaxy S3 e falar para todo mundo que ele é mais bonito, maior, mais leve e mais rápido que o iPhone, mas usar para gravar as barbaridades que os amigos falam, isso pode ser motivo para você ser esbofeteado, crucificado e até enterrrado no vale das sombras para todo o sempre ou toda a eternidade, o que for maior.

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Reflexões

  • Triste época! É mais fácil desintegrar um átomo do que um preconceito.
  • Albert Einstein

  • O mundo é um lugar perigoso de se viver, não por causa daqueles que fazem o mal, mas sim por causa daqueles que observam e deixam o mal acontecer.
    Albert Einstein

  • Em tempo de paz convém ao homem serenidade e humildade; mas quando estoura a guerra deve agir como um tigre!
    William Shakespeare
  •  
  • Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o que, com freqüência, poderíamos ganhar, por simples medo de arriscar.
    William Shakespeare
  •  
  • O mundo não está ameaçado pelas pessoas más, e sim por aquelas que permitem a maldade. Albert Einstein 
  •  
  • Duas coisas são infinitas: o universo e a estupidez humana. Mas, no que diz respeito ao universo, ainda não adquiri a certeza absoluta. 
  • Albert Einstein

Papiro diz que Jesus se casou


O Estado de S Paulo

Uma historiadora da Universidade de Harvard identificou um pedaço de papiro datado do século 4 que sugere que Jesus Cristo teria se casado. No fragmento, escrito no idioma copta, surgido do Egito antigo, há uma frase nunca vista nas Escrituras: “Jesus lhes disse: ‘Minha mulher...” A frase é interrompida neste ponto, mas, na linha de baixo, lê-se “...ela será capaz de ser minha discípula”.

“A tradição cristã sustentou por muito tempo que Jesus não era casado, mesmo sem provas históricas confiáveis para corroborar essa afirmação”, disse em nota a historiadora Karen King, que anunciou a descoberta num encontro de especialistas na cultura copta em Roma. Entretanto, Karen, de 58 anos, que já publicou vários livros sobre descobertas recentes relativas aos Evangelhos, lembra que “esse novo evangelho não prova que Jesus foi casado”.

A origem do fragmento é um mistério, assim como a identidade de seu proprietário, que preferiu o anonimato. Até ontem, a historiadora o havia mostrado apenas a um seleto grupo de especialistas em papirologia e na língua copta. Eles concluíram que a probabilidade de o fragmento ser falso é remota.
Mesmo com tantas questões pendentes, a descoberta pode reacender o debate em torno da polêmica: Jesus foi casado? Maria Madalena foi sua mulher? Ele teve uma mulher entre seus apóstolos? São perguntas feitas desde os primeiros séculos da Cristandade, mas que se tornam relevantes hoje com o debate em torno da possibilidade de mulheres assumirem funções de padres.

Ineditismo. Antes de partir para Roma, Karen recebeu em seu escritório, na quinta-feira, os jornais The New York Times, The Boston Globe e uma revista de Harvard. Apesar de reiterar que sua descoberta não prova que o Jesus histórico tenha sido casado, ela disse que o achado é “excitante” porque é a primeira declaração atribuída a Jesus ele diz que tinha uma mulher.

“Esse fragmento sugere que alguns dos primeiros cristãos tinham uma tradição na qual Jesus era casado”, diz ela. “Sabemos que existia uma controvérsia no século 2 sobre o casamento de Jesus, assim como um debate sobre se os cristãos deveriam se casar ou fazer sexo.”

Karen diz que ficou sabendo do que chama de “O Evangelho da Mulher de Jesus” quando recebeu, em 2010, um e-mail de um colecionador de papiros coptas, gregos e arábicos com um pedido de ajuda para traduzir o documento, O colecionador o comprou em 1997 de um professor de egiptologia alemão. Não se sabe onde, quando ou como o papiro foi descoberto originalmente.

Karen recebeu o fragmento de dezembro passado. Após três meses, ela o levou a Nova York para mostrá-lo a dois papirologistas, das renomadas Universidades de Nova York e Princeton. Eles concluíram que “é algo impossível de falsificar” e que o significado das palavras “minha mulher” não pode ser questionado. A idade do fragmento será confirmada por espectroscopia.

A pesquisa de Karen deve ser publicada em janeiro na revista Harvard Theological Review. Ariel Shisha-Halevy, um respeitado especialista em copta da Universidade Hebraica de Jerusalém, também consultado pela especialista, disse acreditar que “o texto é autêntico”. / NYT e REUTERS

======================

Isso me fez lembrar do professor Andros, no tempo do Terra, quando tentou responder quem era o Adilson 233. De acordo com o professor, o Adilson também foi casado, tinha três filhas, todas elas tinham abraçado toda a vizinhança da rua onde o Adilson morava, bem como o Adilson levou 32 anos para descobrir que sempre foi traído, e que nenhuma das filhas era seu.

É óbvio que o professor ou o clone do professor ou o próprio Adilson é que escreveu tal coisa, isso é um velho truque que sempre usamos para conseguir um pouco de audiência, mas o texto do Estado é interessante nesses pontos: pouca coisa sabemos do Jesus Histórico e menos ainda da Igreja Católica. De acordo com o Adilson, a Igreja Católica não tem nada a ver com Jesus.

Baseado na premissa do Adilson, podemos concluir que a Igreja Católica nada mais é que uma empresa, onde o proletariado são os padres e a burguesia são os bispos. Para ser um negócio rentável, os padres são forçados a arrancar dinheiro do Estado, da classe trabalhadora e dos senhores feudais, empresários ou do PT, o que estiver no poder no momento histórico. A pergunta é: como a Igreja Católica conseguiu sobreviver sem a ajuda das mulheres?

Veja o caso da Argentina e do Brasil. São dois países fabulosos, que tem o crescimento do PIB de fazer inveja aos chineses, japoneses e americanos, tudo graças a perspicácia de duas mulheres. Ou seja, se hoje é negócio escolher uma mulher na administração, por que a Igreja Católica não tentou fazer o mesmo nesses dois últimos milênios que já passaram? Se depender do Adilson, a resposta é bem simples: além da Igreja Católica não ter nada a ver com Jesus, também não tinham a menor noção de administração de empresas. Lembrando os evangelhos, não lembro em que parágrafo, há um elogio para as mulheres, onde se afirma que elas arrancam de você tudo o que você tem e até o que não tem. Alguém lembra dessa passagem?

domingo, 16 de setembro de 2012

iPhone 5 versus Galaxy S3

AndroidZ

Que legal, existe celular com Android de R$ 100,00 com 4,8 polegadas. Onde? Onde? Onde?

A minha sobrinha tem um iPhone de R$ 180,00. Ela me pediu para colocar texto, música e filme. O problema do iPhone dela é que o celular não é compatível com o iTunes, assim, precisei usar tudo o que sei de Windows para atingir a meta. O único canal de comunicação entre o PC e o iPhone de R$ 180,00 foi através do gerenciador do arquivos do Windows.

Usei o NotePad para criar um texto .txt e mandei para o cartão de memória de 2 gb (impressionante, só esse cartão já valem os R$ 180,00!!!), o problema é que não achei nenhum aplicativo que abrisse o texto, então, usei o gerenciador de arquivo chinês, e consegui abrir o texto. O problema é saber como pular para a página seguinte, o máximo que consegui foi abrir a linha seguinte. Bom, por R$ 180,00 não dá para esperar muita coisa.

Ainda tenho algumas músicas no formato .mp3, e elas funcionaram sem problema. Só que a minha sobrinha queria a música da Baby Girl, aí eu pedi desculpa, e eu disse que não tenho a menor ideia de como encontrar essa música no formato .mp3 na Internet. Outra coisa que não consegui foi colocar um vídeo do YouTube no celular dela. Esse celularzinho também fotografa e grava filmes, só que no formato .avi. Eu detesto trabalhar com vídeos, não sei como converter um arquivo .flv em .avi - sei que existem milhões de aplicativos gratuitos na Internet, mas toda vez que vou testar, ele quer que eu instale um programa de rede da Microsoft e que deixa o meu PC bastante instável.

Mas esse celular da minha sobrinha tem uma virtude que torna superior ao iPhone da Apple ou até o Galaxy S3: ele suporta dois chips!!!

Isso é algo que ninguém falou. Tanto o iPhone 5 como o Galaxy S3 são caros demais, tem funções demais, mas os dois só suportam apenas um chip. Francamente, eu acho absurdo um celular com mais de um chip, mas muitos clientes meus usam esse recurso, alegando que sai mais barato usar o celular com mais de um chip.

Franklin, agradeço pelas suas respostas, mas um dia estava na loja da Vivo e um cliente devolveu o celular, alegando que tinha funções demais, e que ele se sentia perdido. Ele queria um celular mais simples. Eu mesmo tive esse problema, mas graças a Deus, eu encontrei um modelo da Samsung, acho que paguei R$ 300,00, ele é bonito, forte, e fácil de usar. A minha mãe adorou o presente, e graças a Deus, ela conseguiu aprender a usar. Eu só ensinei o básico, a ver a bateria. Para ver crédito ou a caixa de mensagem, isso eu não ensinei.

A minha mãe merece um iPhone 5 ou Galaxy S3, mas eu não sei nada de japonês, e eu sei que esses dois aparelhos fantásticos suportam a língua japonesa ou qualquer outra língua. Eu também não sei ler, escrever ou fazer contas, por isso, só posso usar 0,03% dos recursos que esses aparelhos oferecem. Eu demorei um tempão para trocar o iPhone 4 por Galaxy S3, mas estou feliz, pois a tela de 4,8 polegadas é muito, mas muito mais confortável aos meus olhos.

Então, Franklin, o fato de um aparelho ter mais recurso que outro não é vantagem nenhuma. Eu tenho um hd externo de 500 gb, e dentro dele instalei o Ubuntu, e com o Ubuntu é possível até criar um servidor tipo Web. O problema é que os textos que falam de Linux é quase tudo em inglês, e os de português são difícieis, mas muito dificeis de entender, e em Diadema não encontrei nenhum curso que pudesse me informar como aproveitar pelo menos 0,01% do Linux. Explorar esses recursos é uma aventura solitária e frustrante, quando não entendo o que fiz de errado para o aplicativo não funcionar.

Logo, o problema não é de hardware, iPhone 5 versus Galaxy S3, mas sim político. Achei péssima a ideia da Dilma ter escolhido a Marta Suplicy para o Ministério da Educação. Precisamos urgente de um Ministro que dê prioridade na arte de ler, escrever e fazer contas, só assim poderemos usar mais de 0,03% de qualquer celular, ou até mesmo fabricar uma simples calculadora em nosso território, ao invés de importar da Coreia ou Estados Unidos. O importante não é ter recurso, mas se somos capazes de criar um.

sábado, 15 de setembro de 2012

Ao prof.Joaquim Brasil Fontes

(Selma,peço permissão para deixar essa mensagem aqui por algum tempo,embora ela não tenha nada a ver com os temas do blog.
Será mais indicada aos que tem interesse em literatura.)
 
Queria conhecer o sr.- professor Joaquim.
Nos últimos dois anos,tentei saber se tem "face",se tem orkut,se tem blog,e jamais consegui.
Escrevi por algum tempo no blog do professor de filosofia Ghiraldelli,na esperança de ver o sr.por lá,mas concluí que dificilmente o sr.encararia o ilustre filósofo "de autoajuda".
Até agora,ninguém sabia a razão da minha "atração" por aquele site.
Pensei,o sr.é um professor,logo,vez por outra,irá se comunicar com outro da sua categoria.
O sr.escreveu alguns livros sobre uma "rosa da piéria".
Eu sou uma "orquídea" da Amazônia que o admira em seu eterno encantamento com os traçados do mundo antigo.
 
(talvez nunca haverá retorno da parte dele,mas não custa essa tentativa de localizar um literato famoso.
De repente,escrafunchando a internet,à procura de conteúdo para suas aulas,ele pode acabar caindo aqui,nesse blog.)

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Curiosidade




 O vocábulo curiositas é um neologismo latino atribuído a Cícero em sua carta a Atticus. Este termo provém da raiz latina “cur” que significa por quê. Daí também nasceu o vocábulo “cura” que quer dizer cuidado. Desta forma, em sua acepção primeira, tal palavra apresenta uma significação positiva, pois o curioso é aquele que procura saber o “porquê” das coisas. Logo em seu nascedouro a curiosidade estava ligada diretamente a motivação da mente em desejar o conhecimento. Por esta razão é muitas vezes considerada como sinônimo da admiração.

A curiosidade na mitologia

Na literatura grega, as consequências da excessiva curiosidade (Periergia) são claramente descritas no mito de Pandora . De acordo com o relato de Hesíodo , Prometeu -irmão de Epitemeu- roubou uma centelha do fogo divino e deu aos homens o domínio deste elemento. Zeus, indignado com tal atitude, resolveu então castigar o gênero humano. Foi então que ordenou a Hefesto e Atena que criassem uma mulher. Ela deveria ser adornada com todos os dons, para depois de ser oferecida como esposa a Epitemeu .


Parecendo já temer a vingança dos deuses, Prometeu alertou a seu irmão que não aceitasse nenhum presente que fosse oferecido por eles. Entretanto, Epitemeu não levou em consideração tal conselho e por fim acabou tomando Pandora como sua esposa. Esta havia recebido de Zeus como presente de núpcias, uma caixa que por nenhuma razão deveria ser aberta, pois continha em seu interior todos os males e desgraças .

Entretanto, quando Hermes e Hefesto criaram Pandora, além de tê-la ornado com todos os dons, também puseram em seu coração o germe da curiosidade. Por este motivo a imprudente mulher não resistiu à tentação e, em certo dia, resolveu abrir a misteriosa caixa. Foi então que dela saíram a fome e a sede, a tristeza e a morte que rapidamente se espalharam pelo mundo. Dando-se conta do ocorrido, Pandora tentou fechar o recipiente. Entretanto todas as desgraças já haviam saído. A única coisa que restava em seu interior era solitária esperança que, devido a esta imprudente curiosidade, para sempre ficou afastada do convívio com o gênero humano.

Desta forma, pode-se concluir que os efeitos maléficos da curiosidade excessiva já eram fortemente difundidos na literatura clássica grega e não propriamente uma concepção imposta pelos dos padres da Igreja . Todavia, foi através dos autores latinos que a curiositas foi objeto de uma repreensão mais acentuada .


Todos já ouviram o ditado que diz: “A curiosidade matou um gato”. Sabem a origem desse ditado?
A curiosidade matou o gato é um ditado popular usado para alertar uma pessoa de que um mal pode ocorrer se ela for muito curiosa.
Na Europa da Idade Média as pessoas não gostavam de gatos e aprendiam que os gatos pretos traziam má sorte. Assim preparavam armadilhas. A curiosidade do gato realmente acabava levando-o a morte.

Mas a curiosidade é responsável pela evolução do planeta. Através da curiosidade  é que nascem modelos novos de carros, celulares, projetos novos de casas, casas que suportam terremotos, vacinas, curas de doenças. Se as pessoas não fossem curiosas, o mundo não andaria para frente. Isso, é claro, se tratando de curiosidades para o bem.
Mas, como eu disse, todo ser humano é curioso, e todos têm sua curiosidade em querer saber alguma coisa.
O Hosaka quer saber porque o MB perde tanto tempo com ele insistindo que o saci perneta foi à Lua. Afinal, todo saci já é perneta e saci pode ir à lua a hora que quiser.
O Adilson233 quer saber sobre o fantasma de alemão no Centro Espírita  Frei Luiz. Eu acho que não existe fantasma coisa nenhuma, nem materialização. O que existe mesmo é alguém disfarçado de “fantasma alemão”... E esse fantasma alemão faz curas? Ah! O ser humano é muito sofrido e precisa sempre de apoio... É o que disse Jesus: “Tua fé te salvou (curou)”. A outra curiosidade do 233 é saber porque os médiuns não gostam daquilo.

Eu tenho várias curiosidades acumuladas:
1.     O que aconteceu com o Historiador?

2.     O Filósofo é homem ou mulher?

3.     Por que Nihil e William não gostam de fotos (suas)?

4.     Por que o Chico escreveu o livro “Cartas de uma Morta”?

5.     E a pergunta que não quer calar, que surgiu há poucos dias, devido a essa frase: “Há uma pergunta chave, irrespondível, para desmentir a imortalidade da alma e a condenação ao Inferno. Sabe o que acontece quando a fazemos? Arregalam os olhos e se calam, e passamos a ser evitados como se fôssemos um leproso. Nunca a fiz em debates, nem farei, porque simplesmente bateriam todos em retirada e eu ficaria falando sozinho.” Ô meu Deus... Qual seria essa pergunta?


 Outras perguntas: Por que alguém daria uma caixa de presente para outra e pediria para essa caixa nunca ser aberta?
Por que uma árvore que produz frutos no Paraíso (Gênesis), com o pedido de que eles nunca fossem comidos? Tem que ter muita força de vontade, não?

Dizem que nesse dia o Roberto Carlos se apaixonou pelas pernas da Paula Fernandes. Será verdade? rsrs!
http://www.youtube.com/watch?v=hlkBrbVfmlk


 Baseado em:


S.A.

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

O filme que causou mortes

Um filme de baixo-orçamento tem dado muito o que falar depois que sua repercussão gerou ataques às embaixadas dos EUA no Iêmen, Líbia e Egito e a morte do embaixador americano Christopher Stevens ontem (12/6). De acordo com os islâmicos, o filme é extremamente ofensivo e ridiculariza Maomé, considerado por eles como o Profeta.

Intitulado como Innocence of Muslims (Inocência dos Muçulmanos, em livre tradução), o filme amador seria uma cinebiografia do profeta Maomé recheados de estereótipos negativos sobre ele: vivia se envolvendo com várias mulheres, homossexual (como se as duas coisas juntas fosse possível), pedófilo e que possuía diversos capangas. 



O obscuro filme que motivou os protestos foi produzido por um cineasta que vive na Califórnia e diz ter cidadania americana e israelense - informação que Israel não confirma. A produção está sendo amplamente promovido por um egípcio cristão copa que vive nos EUA. Ambos são acusados de ser antimuçulmanos.

A ira da população em alguns países foi tanta que atacaram com granadas a embaixada dos EUA na Líbia e causaram a morte do embaixador citado acima. Já no Cairo, 16 pessoas ficaram feridas e 500 pessoas participaram do protesto no Teerã. Em alguns lugares, apesar de todo reforço no policiamento, diversos manifestantes continuam acampados em protestos nas cercanias das embaixadas americanas.


http://cinema.yahoo.net/noticia/carregar/titulo/assista-trailer-do-filme-respons-vel-pelas-revoltas-e-mortes-em-pa-ses-rabes/id/6896


Assista o trailer do filme (em inglês)
Eu penso que se há religião envolvida nesses conflitos, o perdão deveria ser o caminho para o entendimento. Afinal, existe religião que não ensine o perdão? Deixa o filme falar o que quiser... O que vale é o que está dentro do coração! O pior é que os conflitos geraram mortes!

S.A.

Os 86 anos da Rainha Elizabeth II


Percorra, no vídeo abaixo, os 86 anos da rainha Elizabeth II, há 60 anos monarca constitucional do Reino Unido — jubileu de diamante que ela está comemorando este ano. Da garotinha lourinha e sorridente à senhora já idosa, mas ainda firme, cujo rosto é conhecido no mundo inteiro, por superposição de centenas de fotos, o vídeo é uma homenagem produzida por um fã no YouTube.


O que eu penso sobre isso?
Poxa, que estrago o tempo faz... Na Rainha o estrago foi pouco porque o dinheiro ajudou a reparar em muito os danos. Imagine um brasileiro comum aos 86 anos... 

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Sobre religião

Quando  perguntam qual a sua religião, o que você diz?
Geralmente respondemos: católico, evangélico, budista, espírita, ou qualquer outra religião que acreditamos seguir. Eu digo "acreditamos", pois para se dizer seguidor de uma ou outra religião, o ideal é que seguíssemos todos os preceitos daquela religião.




Religião (do latim religare, significando religação com o divino) é um conjunto de sistemas culturais e de crenças, além de visões de mundo, que estabelece os símbolos que relacionam a humanidade com a espiritualidade e seu próprios valores morais.
 Muitas religiões têm narrativas, símbolos, tradições e histórias sagradas que se destinam a dar sentido à vida ou explicar a sua origem e do universo. As religiões tendem a derivar a moralidade, a ética, as leis religiosas ou um estilo de vida preferido de suas ideias sobre o cosmos e a natureza humana.

A palavra religião é muitas vezes usada como sinônimo de ou sistema de crença, mas a religião difere da crença privada na medida em que tem um aspecto público. A maioria das religiões têm comportamentos organizados, incluindo hierarquias clericais, uma definição do que constitui a adesão ou filiação, congregações de leigos, reuniões regulares ou serviços para fins de veneração ou adoração de uma divindade ou para a oração, lugares (naturais ou arquitetônicos) e/ou escrituras sagradas para seus praticantes. 

A prática de uma religião pode também incluir sermões, comemoração das atividades de um deus ou deuses, sacrifícios, festivais, festas, transe, iniciações, serviços funerários, serviços matrimoniais, meditação, música, arte, dança, ou outros aspectos religiosos da cultura humana.
  ( http://pt.wikipedia.org/wiki/Religi%C3%A3o )


Alguns amigos dizem ser católicos. E o que é preciso para ser católico? Obviamente que a pessoa deveria participar das missas, confessar-se com um padre, comungar, etc. Uma parte de minha família é católica. 
Por que eu não sou católica?
Porque eu não concordo em confessar com padres. Não concordo em comungar. Não concordo com o céu e o inferno eternos. Não concordo em ir á missa e ouvir um texto da Bíblia sem explicação. Não concordo com orações decoradas. Se  minha avó estivesse ainda vivendo entre nós e eu falasse isso para ela, ela ficaria estarrecida, diria que eu iria para o inferno. 

Tenho amigos que dizem ser evangélicos. E o que é preciso para ser evangélico?
Evangélicos acreditam em demônios, macumba, pactos com diabo. Não gosto disso. Mas por outro lado são mais atenciosos com os frequentadores da igreja, parecem ser mais amigos e procuram socorrer os que estão com problemas.  Eu poderia ser evangélica? Acho que poderia... O problema é essa fixação por demônios que eles têm.

Tenho amigos espíritas, e gosto de uma parte do espiritismo. Mas para ser espírita de verdade eu teria que aceitar todos os preceitos do espiritismo. Teria que acreditar em materializações e cegamente em todas as obras espíritas, incluindo os marcianos voadores... Ah, mas  aí já fica difícil... 
Gosto de acreditar em vida após a morte, reencarnação... Só isso.  Coisas que os evangélicos e os católicos não gostam...

Que tal ser budista? Ah, mas budista não é cristão. E eu creio em Jesus.

Muçulmano? Não. 
Eles realmente seguem à risca todos os preceitos de Maomé. Mas eu  acredito em Jesus. Então não dá certo.

Judeu?

Penso que teria que criar uma religião especial só para mim.
Talvez o 233 tenha criado uma só para ele. Só pode.


S.A.

Uma pitada de bom senso

O Estado de S Paulo

O Ministério da Saúde e a Associação Brasileira das Indústrias de Alimentação (Abia) firmaram acordo fixando metas para a redução, até 2015, da quantidade de sódio presente em caldos, temperos, margarinas vegetais e cereais matinais. Trata-se do terceiro de uma série de compromissos voluntários assumidos pelas indústrias para combater esse que é um dos grandes vilões da dieta do brasileiro, feita basicamente de alimentos processados.


A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda um limite de 5 gramas diárias para o consumo de sódio. No Brasil, no entanto, dados do IBGE mostram que são consumidas 12 gramas em média, o que talvez explique por que um em cada quatro brasileiros sofre de hipertensão, mal responsável por doenças cardiovasculares, além de estar relacionado à insuficiência renal crônica. A comparação dos alimentos fabricados no Brasil com os feitos no exterior ilustra bem o tamanho desse problema. Como mostrou o Estado (29/8), cada 100 gramas de macarrão brasileiro, antes do acordo do governo com as indústrias, tinha entre 2 mil e 4 mil miligramas de sódio, contra uma média de 926 miligramas para igual quantidade de massa produzida no Canadá.

O sódio é uma espécie de inimigo oculto. Uma pesquisa do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia mostrou que, dos 1.294 hipertensos entrevistados, 93% não sabiam que o sódio descrito nas embalagens se refere ao sal. Além disso, o sódio não aparece somente em produtos salgados, mas em adoçantes, fermentos e conservantes. Ele está presente ainda em realçadores de sabor, que são descritos nos rótulos como glutamato monossódico.

Estudos médicos apontam que a redução do sal na dieta é tão importante para o combate a doenças cardiovasculares quanto parar de fumar e controlar os níveis de colesterol e o peso. Segundo o Ministério da Saúde, se os brasileiros seguirem a recomendação da OMS, poderá haver diminuição de até 15% no número de mortes por acidente vascular cerebral e de até 10% no de mortes por enfarte. Além disso, 1,5 milhão de brasileiros não precisariam mais tomar remédios contra hipertensão.

No entanto, o cronograma para que o acordo com as indústrias se estenda a todos os 13 principais grupos de alimentos, fixado em 2011, está atrasado. Esses limites já deveriam ter sido estabelecidos, mas ainda restam três classes importantes - laticínios, embutidos e alimentos prontos - cujo prazo para a definição de metas ainda não foi formalizado. Um dos motivos da demora é que as mudanças dependem de adaptações tecnológicas dispendiosas. A associação das indústrias informou que uma parte dos R$ 12 bilhões investidos pelo setor em 2011 para melhorar sua produção foi destinada à redução do sódio. Por outro lado, o grande problema da indústria de alimentos nesse caso é que o sódio interfere no sabor e atua como conservante. Ademais, o sal é o ingrediente mais barato depois da água - logo, substituí-lo por alguma outra fórmula significa despesas adicionais e encarecimento do produto final.

O governo e as indústrias, no entanto, estão confiantes de que as medidas tornarão o Brasil um exemplo mundial no trato da questão, antecipando-se a futuras diretrizes da OMS. "O modelo de adesão voluntária, com monitoramento das vigilâncias, pode vir a ser o recomendado pela OMS", disse o ministro da Saúde, Alexandre Padilha.

Para especialistas, porém, as metas deveriam ser bem mais ambiciosas. Anita Sachs, professora de Nutrição da Universidade Federal de São Paulo, explica que o limite fixado para os cereais matinais, por exemplo, deveria ser de 418 miligramas de sódio para cada 150 gramas de produto, e não para cada 100 gramas, como ficou convencionado. Já o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor considera que a meta estabelecida para o macarrão instantâneo equivale ao total do consumo diário recomendado para adultos - isto é, basta um prato desses para inviabilizar qualquer dieta. Logo, embora seja uma iniciativa louvável ante a urgência do problema, o acordo entre o governo e as indústrias de alimento só pode ser festejado como um modesto início.

domingo, 9 de setembro de 2012

Fanatismo religioso

Hoje de manhã, o Dr Esio Lopes mandou matéria sobre terrorismo religioso. Um aconteceu no Paquistão, onde uma menina de 13 anos foi presa por ter queimado por engano algumas páginas do Alcorão. Outra matéria é do Folha de S Paulo, onde o repórter tenta fazer a contabilidade do candidato Russomano que recebe ajuda material da IURD, pagando R$ 300,00 por semana para cada cabo eleitoral que hastea a bandeira do candidato ou distribui os planfetos.

Mas, por que chamar isso de fanatismo religioso?

Eu não sei como é o Paquistão, mas aqui em Diadema, se alguém queimar a bandeira do São Paulo Futebol Clube, eu meto um murro na cara do safado. Isso é fanatismo religioso?

Em Diadema, se a IURD me oferecer R$ 300,00 por semana para distribuir santinho do candidato de sua preferência, eu não só distribuo os planfetos, emporcalhando ainda mais essa cidade, mas também até voto nele. Isso é fanatismo religioso?

Voltando nos clássicos textos supostamente inspirados pelo Senhor dos Exércitos, fanático é todo aquele que não obedece às autoridades. Desde aquela até os dias de hoje, toda civilização humana sempre se ajoelhou às autoridades, ao Papa, ao Senhor Feudal, ao Fuhrer, à Dilma, ao Stalin, a Mussolini, a Bin Laden, e por ai vai.

Claro que sempre tem um herói que desafia o poder dominante, mas geralmente eles acabam a sete palmos do chão, como foi o caso de Jesus. Por exemplo, alguém aqui sabe o que aconteceu com aquele jovem que ficou encarando um tanque em Pequim? Alguém sabe o nome dele, alguém sabe se ele continua vivo?

Outro que desafia a Dilma e todo poder do PT é o Sr MB. Mas isso, ele só faz aqui, no blogue da Turma da Sônia, onde nem mesmo os participantes lêem o que escrevem. Lá em Porto Alegre, ele passeia no Jardim Botânico, ele vê os seus vizinhos com seus cachorros se aliviando nos gramados, e finge que nada vê e que não tem nada a ver com isso. Pelas calçadas da cidade, ele vê um monte de fumantes emporcalhando as calçadas com um monte de pitucas, e fica quieto, como se a cidade não fosse dele. O Sr MB jamais vai enfrentar o PT fora do blogue, pois é o PT que paga o gari para limpar a cidade bem como a salsicha que ele importa da Alemanha, se bem que agora está mais difícil por causa da greve da turma da Receita Federal.

E o que dizer então do Dr Esio?

Ele demonstra o seu repúdio a esse estado de coisas, mandando e-mail para pessoas como eu, que mal sabe ler além do segundo parágrafo.

Fanatismo religioso é isso? Deixar tudo como está e empurrar tudo com a barriga? Então, eu sou um fanático religioso.

---------------------

Ops, esqueci de colocar os créditos: Folha de S Paulo sobre Russomanno e a resposta do Esio Lopes:

HOSAKA:
Vc parece usar um tapa-olho para não enxergar o óbvio. Faça uma pesquisa no "Google" usando os termos:
igreja universal responde por lavagem de dinheiro
igreja universal condenada pela justiça criminal
pastores da universal condenados pela justiça criminal
edir macedo, bispos e fiéis da universal responde a processo criminal brasil estados unidos
igreja universal responde por lavagem de dinheiro
PASTOR CAIO FÁBIO DENUNCIA POR TRÁFICO DE ENTORPECENTES:
http://www.youtube.com/watch?v=nwTX6P5cKTE
http://www.youtube.com/watch?v=J9c2orYYYZg&feature=related

Hosaka, caso não esteja ainda convencido, diga que mandarei uns 100 sites para vc se divertir.

A CÍNICA E MENTIROSA DESCULPA
A FILOSOFIA DOS “LADRÕES DOS TEMPLOS”

A filosofia dos Pastores e assemelhados – aqueles desonestos e anticristos, os famigerados “ladrões dos templos” -, quando tomam tudo que ainda resta aos pobres trabalhadores deste país, está baseada nestas passagens do Novo Testamento que se lastreiam nas palavras do Mestre Jesus (consulte a sua Bíblia):

Lucas [Jesus]:

“19.26 — E o patrão disse: — “Eu afirmo a vocês que aquele que tem muito receberá ainda mais [Pastores e assemelhados]; mas quem não tem, até o pouco que tem será tirado dele [Infelizes fiéis de boa-fé].”

19.27 E agora tragam aqui os meus inimigos [os que não podem dar dinheiro], que não queriam que eu fosse o rei deles, e os matem na minha frente.”

Vejam que usando o nome de Jesus, os “ladrões dos templos” agem de forma a tomar tudo dos incautos, daqueles que nada têm, com ameaças de que Jesus não os salvará, pelo contrário, eles serão mortos espiritualmente, não alcançando a pretensa “salvação”, isto na presença Dele!!!

Isso é terrível!!! Para eles Jesus é “o chefe da quadrilha” e tomam tudo do próximo em Seu nome. Jesus, impiedosamente é transformado, por eles, em “Exterminador dos pobres trabalhadores que nada têm”!!!

Acho que tudo está claro e plenamente explicado e justificado na sua Bíblia. Veja lá!!!

Esio Lopes.

Letra de Música no Galaxy S3

Quando me contaram que a Samsung estava sendo processada por quebrar patente da Apple, eu imaginei que fosse o Galaxy S3 é que mandou a Samsung no banco dos réus, mas não foi. O problema todo estava na técnica de manusear o aparelho com as mãos e ampliar as imagens também com as mãos.

O Galaxy S3 é um aparelho de 5 polegadas, um dedo maior que o iPhone - ou seja, você pode ver o mesmo texto com fontes maiores, ou seja, é bem mais fácil para ler, é o que o meu sobrinho chamou de "celular para cego". Apesar da diferença de tamanho, o Galaxy S3 tem recursos que antes só encontrei no iPhone, como o álbum que exibe as fotos com fundo musical bem como letras de música.

Mas para colocar letra na música, eu só conheço o programa iTunes da Apple para fazer essa proeza. Eu tentei fazer pelo Windows Media Player e pelo gerenciador de arquivos do Windows, mas não consegui e nem sei se isso é possível.

Boa parte das letras de música eu procuro no portal do Vagalume, de lá eu tiro uma cópia, e depois vou no iTunes, na Bíblioteca de Músicas, abro a opção Mais Informações, e copio na orelha Letras.

Mas nem todas as letras aparecem no player do Galaxy S3. Eu percebi que as letras só aparecem, se o arquivo estiver no formato mp3. As músicas que eu comprei pelo iTunes estão no formato mpeg-4, dá para ouvir no S3, mas não dá para ver as letras que gravei através do iTunes.

Mas quem gosta de ver letras de músicas? Isso, eu não sei. Eu uso as letras da música no player do Galaxy S3 para arrancar o tradicional elogio: puxa, Frank, como você é organizado! Além do arquivo estar no formato mp3, é necessário ativar a opção letras no painel de configuração do player de Música do Galaxy S3.

Outro recurso menos trabalhoso e muito mais elegante é baixar gratuitamente o programa TuneWiki, ele transforma o Galaxy S3 num karaokê, você não precisa engordurar a tela com as suas mãos sujas, a letra gira sozinho, realçando o verso que está sendo cantado. O único problema é se a música não estiver no banco de dados do TuneWiki ou foi proibido de ser divulgado pelo editor da música.

Caso o TuneWiki não funcione do jeito que você esperava, faça como no iPhone: reinicie o aparelho!

Nota da redação: esse comentário será publicado no portal do AndroidZ, assim que ele voltar ao ar. Publicado originalmente no blogue da Turma da Sônia em 09/09/12 08:11.

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Memento mori

Há pessoas preocupadas em provar que depois da vida existe o nada. O mesmo nada que acreditam existir antes dela (da vida). Muitos crêem que depois da vida física existe outra vida paralela, a vida do Espírito. Não há como provar nem uma coisa nem outra, embora acreditar que com a morte tudo acaba pareça mais sensato  e óbvio para uma grande parte. Mas se você se perder em pensamentos, verá que tudo é muito complexo, esquisito e cheio de mistérios. 



Memento homo quia pulvis es et in pulverem reverteris
 “Lembra-te, ó Homem, que és pó (ou vieste do pó) e para o pó voltarás”. (Gn 3,19)


Éramos pó? A Bíblia diz que sim.  Baseado em que  "na natureza nada se perde, nada se cria, tudo se transforma", podemos concluir que realmente poderíamos ter sido pó um dia e que voltaremos a ser pó novamente, pois um dia iremos morrer. Se o morto for cremado, vira pó de maneira instantânea. Se o morto for sepultado, um dia irá também se tornar pó.

Se todos um dia irão morrer, e o homem é o único animal que sabe que um dia irá morrer, porque há tantas guerras e desentendimentos no mundo? Por que tem gente que "se acha"?


Na Roma Antiga, quando um militar conquistava várias vitorias em batalhas, conseguia o direito de cumprir uma solenidade de "Triunfo" que era tida em alta conta na sociedade romana. Marcus Furius Camillus foi um desses militares.

No "Triunfo" o agraciado partia do "Campus Martius" ( situado fora dos muros da cidade ) entrava em Roma atravessando a  "Porta Triumphalis" por sobre um tapete de flores que a população jogava aos seus pés enquanto caminhava sem pressa em direção ao Senado para receber os louros da vitória para ornamentar sua cabeça em meio de grande gritaria da plebe.

Conforme rezava a tradição,  no momento alto da cerimonia de entrega dos louros um escravo dizia para o agraciado: "Memento mori" ou seja, "Lembre-se da morte",  na intenção de lembrar o felizardo que a morte existe e que um dia iria levá-lo.  A mesma morte que o herói havia causado nos campos de batalha, matando milhares de soldados para conseguir uma vitória. O objetivo era fazer com que o homenageado lembrasse o quão frágil era a vida.

Gostando do assunto você poderá ler mais sobre ele em "Vidas Paralelas" de Plutarco. Esse assunto sobre o Camillus está no Volume I.
Entre no site www.dominiopublico.gov.br
Nesse site você  encontra a obra de Plutarco em 7 volumes e poderá ler, de graça, em PDF.

A verdade é que a única certeza da vida é a morte. Nada sei do antes e do depois.

Não sei sobre o livro  "O trabalho dos Mortos". Só sei que as fotografias são de péssima qualidade.


S.A.

Caixa Postal

Essa semana foi bem difícil para mim, pela primeira vez enfrentei problemas com a minha caixa postal. A minha caixa postal é o clássico fhosaka@uol.com.br, e durante muito tempo pedi para reencaminhar a minha correspondência para o Hotmail, hoje ela recebe o nome de Outlook.

O formato do Outlook é bem agradável e bem organizado, compatível com o iPhone ou com o Galaxy. Quase tudo o que você pode fazer num PC é possível fazer num smartphone. No Galaxy, por exemplo, não é possível mover as mensagens que você escreveu para uma pasta pessoal que você criou.

Mas nessa semana foi difícil trabalhar com o Outlook, assim pedi para o UOL não encaminhar a correspondência para o Outlook. O visual da caixa postal do UOL é bem estranho para mim, pior ainda é o do Google, o famoso Gmail. Mesmo assim, deixei o Galaxy antenado nas três caixas postais, a qualquer momento o aparelho emite um alarme ou pisca o led, se eu não abrir a caixa postal. Como são três caixas postais, o caminho mais fácil para saber em que caixa chegou a correspondência é através da barra de notificação, é só selecionar o ícone na tela que o smartphone me conecta na caixa que recebeu a mensagem.

Agora que o Outlook voltou a funcionar, o UOL se recusa a redespachar as cartas. O UOL permite abrir pastas particulares para organizar a correspondência, isso todo WebMail faz. O problema é que eu não queria criar um outro arquivo morto. Assim, sou forçado a fazer todo o trabalho manualmente.

Eu recebo cerca de quinze mensagens por dia, uma é para mim e as outras são para eu comprar algo. Logo, o meu Galaxy só apita uma vez, as outras cartas vão direto para a lixeira. Eu já recebi vários convites para participar do Orkut, Facebook e outras redes sociais, mas aquilo é um mundo cheio de links e notíciais que nada tem a ver comigo - por isso, não participo de nenhuma rede social. A única rede social que me interessa é o blogue da Sonia, onde mantenho contatos com alguns desconhecidos como a Senhorita LG, Sr Mb, Sr 233, e assim por diante. Eu não tenho a menor ideia de quem são eles, uma vez ou outra, alguém entra na minha caixa postal, comentando coisas que não dá para publicar num blogue aberto.

Um dia, a Sonia me escreveu, reclamando das pessoas que a magoavam só por ser simpatizante da doutrina espírita. A primeira coisa que eu fiz foi rezar para a Santa Tereza, e depois disso respondi que não há motivos para sentir-se perseguido num GD cheio de moleques, e que o melhor a fazer é seguir o exemplo do Sr MB, mandar todo mundo tomar tubaína bem no meio da esquina. Graças a Deus, a Sonia não levou nada a sério, mas é para ela e outras pessoas que querem um pouco além de uma amizade virtual é que faço manutenção na minha caixa postal, que foi, que é e quero que sempre seja o fhosaka@uol.com.br, apesar do arquivo morto ser o Outlook.

==================================

TV UOL: Aprenda a pescar

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Somente para os inteligentes

Somente  para os inteligentes do Blog. Quantos quadrados há nessa figura?


Depois eu dou a resposta certa.
Vamos ver quem tem QI alto.



Resposta:




Quem falou 40 acertou. Parabéns.

A religião (ou a falta dela) pode separar um casal?


Chegou ao fim o casamento de cinco anos entre os atores Tom Cruise e Katie Holmes. Segundo o site americano TMZ, a atriz deu entrada nos papéis do divórcio em Nova York, nos Estados Unidos, alegando "diferenças irreconciliáveis". 

 Amigos próximos ao casal revelaram que a divergência se deve às excentricidades de Cruise com a cientologia, religião fundada na década de 1950 que une princípios e práticas do budismo e do hinduísmo com o conhecimento e a tecnologia ocidental. Com a separação, Katie tentaria ainda evitar que Cruise introduzisse a filha do casal, Suri, de seis anos, na cientologia. 
 http://veja.abril.com.br/noticia/vida-digital/a-religiao-e-fator-de-desavenca-na-vida-de-um-casal


Vocês acham que a religião ou a falta dela pode causar a separação ou brigas constantes entre um casal? Eu penso que sim, principalmente se a outra parte acreditar que é dona absoluta da verdade, onde qualquer crítica ou obsevação contrária pode gerar uma explosão. Deve ser por isso que muçulmanos só se casam com muçulmanos. E se a religião for a cientologia?



Cruise, adepto à cientologia desde a década de 80, seria fanático pela religião. A cientologia foi fundada nos Estados Unidos, em 1954, pelo escritor de ficção científica Lafayette Ron Hubbard.
A filosofia prega a imortalidade do ser humano e estimula a limpeza da alma e da mente. Para os adeptos, o homem é um ser imortal, composto de três partes: corpo, mente e espírito. Sua experiência vai muito além de uma só vida, acreditando na reencarnação. A salvação depende de si mesmo, de seus semelhantes e de sua relação com o universo.
Em 2007, Tom Cruise foi considerado pelos líderes da seita, o "Cristo" da cientologia. De acordo com o tablóide britânico "The Sun", o ator disse que foi escolhido para espalhar a palavra de sua fé através do mundo. Segundo o ator, a cientologia tem o poder de criar novas e melhores realidades.
 http://portugues.christianpost.com/news/religiao-separa-tom-cruise-e-katie-holmes-11841/

 A resposta para os conflitos tanto no mundo quanto entre casais é uma só: fanatismo.
O que vocês acham?

S.A.